Ouça agora

Ao vivo

Lojistas cariocas esperam aumento de 4% nas vendas para o 12 de Junho
Rio de Janeiro
Lojistas cariocas esperam aumento de 4% nas vendas para o 12 de Junho
Papa emite um raro pedido de desculpas por suposto uso de palavra homofóbica em italiano
Mundo
Papa emite um raro pedido de desculpas por suposto uso de palavra homofóbica em italiano
Brasil recupera desempenho de alfabetização do período pré-pandêmico
Brasil
Brasil recupera desempenho de alfabetização do período pré-pandêmico
Número de jovens que não estudam nem trabalham cresce para 5,4 milhões
Destaque
Número de jovens que não estudam nem trabalham cresce para 5,4 milhões
Assistência Social de Belford Roxo abre inscrições para acolhimento familiar de crianças e adolescentes
Baixada Fluminense
Assistência Social de Belford Roxo abre inscrições para acolhimento familiar de crianças e adolescentes
Estado anuncia a criação de projeto piloto de prevenção de tragédias climáticas em nove cidades
Estado
Estado anuncia a criação de projeto piloto de prevenção de tragédias climáticas em nove cidades
Espanha, Irlanda e Noruega reconhecem o Estado da Palestina
Mundo
Espanha, Irlanda e Noruega reconhecem o Estado da Palestina

Governo do Estado anuncia que Rio vai receber Instituto Estadual do Câncer

A unidade para diagnóstico e tratamento da doença será instalada em Nova Iguaçu, ao lado do Rio Imagem Baixada, inaugurado neste sábado (08).
Foto: Reprodução

O secretário de Estado de Saúde do Rio de Janeiro, Dr. Luizinho e o governador do Rio, Cláudio Castro anunciaram neste sábado (08) que a Baixada Fluminense vai ganhar, em até dois anos, uma unidade exclusiva para tratamento oncológico: o Instituto Estadual do Câncer. O anúncio foi feito na cerimônia de inauguração do Rio Imagem Baixada, em Nova Iguaçu, e contou com as presenças dos prefeitos da região.

“Tenho um orgulho enorme de dizer que o maior centro de diagnóstico de imagem da América Latina está na Baixada Fluminense e, em breve, teremos aqui também o Instituto Estadual do Câncer, que vai ser referência no tratamento da doença”, afirmou o governador do estado.

De acordo com o secretário, este será o maior projeto em saúde da história da Baixada.

“Serão 66 leitos ambulatoriais, 20 leitos de UTI, 20 consultórios, 26 cadeiras de quimioterapia, um aparelho de radioterapia, um aparelho de PET scan, entre outros. Nosso objetivo é que as pessoas não precisem mais circular pelo estado, de um lado pro outro, para tratar um câncer”, disse Dr Luizinho.

Como parte da política de enfrentamento à doença, a Secretaria de Estado de Saúde (SES-RJ) vem realizando uma série de ações de assistência e tratamento dos pacientes oncológicos no estado, tais como descentralização do atendimento na capital com repasses para as cidades investirem em hospitais especializados e em projetos de pólos regionais. São unidades que vão atuar no diagnóstico, no tratamento e na realização de cirurgias de câncer. Além da Baixada, a região Serrana também terá uma unidade oncológica estadual, já em construção em Nova Friburgo. E outros dois projetos estão sendo planejados para a descentralização do serviço, em apoio à rede federal.

As obras do Instituto da Baixada iniciam ainda este ano. Os pacientes com câncer que tiverem confirmação de diagnóstico no Rio Imagem Baixada serão encaminhados para o tratamento na nova unidade oncológica.