Ouça agora

Ao vivo

Dia Mundial sem Tabaco é lembrado em Macaé
Norte Fluminense
Dia Mundial sem Tabaco é lembrado em Macaé
Maratona do Rio 2024 começa nesta quinta-feira com recorde de inscritos
Rio de Janeiro
Maratona do Rio 2024 começa nesta quinta-feira com recorde de inscritos
Prefeitura de Maricá divulga programação de Corpus Christi
Maricá
Prefeitura de Maricá divulga programação de Corpus Christi
Paraty e Angra dos Reis recebem lançamento de livro sobre a Costa Verde
Angra dos Reis
Paraty e Angra dos Reis recebem lançamento de livro sobre a Costa Verde
Prazo para adesão ao Desenrola Fies é prorrogado até 31 de agosto
Destaque
Prazo para adesão ao Desenrola Fies é prorrogado até 31 de agosto
Estudantes de Caxias ganham nova escola municipal bilíngue
Baixada Fluminense
Estudantes de Caxias ganham nova escola municipal bilíngue
Ocupação hoteleira na Região dos Lagos deve ultrapassar os 75% durante o feriadão de Corpus Christi
Costa do Sol
Ocupação hoteleira na Região dos Lagos deve ultrapassar os 75% durante o feriadão de Corpus Christi

Visando prevenir desastres a Defesa Civil de Nova Iguaçu realiza ação em áreas de risco

Durante as visitas os agentes levaram orientações e materiais informativos sobre o desenvolvimento da resiliência em comunidades vulneráveis a desastres
Foto: Reprodução

As equipes da Secretaria Municipal de Defesa Civil de Nova Iguaçu, visitaram os moradores do Morro do Jardim Carioca, para dar continuidade, as ações do “Programa Comunidades Resilientes”. Durante as visitas os agentes levaram orientações e materiais informativos sobre o desenvolvimento da resiliência em comunidades vulneráveis a desastres.

A expectativa da Prefeitura é de que mais de 200 famílias tenham sido alcançadas pelo programa. A próxima ação está programada para ocorrer no Morro do DPO e Caioaba. Desde 2017, o programa alcançou 23 comunidades, 1.500 famílias, o que corresponde a cinco mil pessoas.

Na ação desenvolvida, os moradores são inseridos em um cadastramento detalhado que informa, por exemplo, o número de famílias, idosos, gestantes e pessoas com deficiência. Eles recebem orientações e material informativo sobre prevenção e preparação para desastres. Seus telefones celulares são habilitados para receberem as mensagens de alerta da defesa civil e a comunidade é incluída no Sistema de Alerta Comunitário para Chuvas Intensas (AC2I).

Com o apoio dos líderes comunitários, é aprofundado o conhecimento sobre a região e se estabelece os locais que servirão como Ponto de Apoio e Abrigo Temporário. As famílias residentes na área de risco são orientadas a saírem de suas casas e se deslocarem através das rotas de fugas estabelecidas até o ponto de apoio em situações de mobilizações preventivas ou emergenciais.

“Nosso programa visa evitar tragédias e salvar vidas. Identificamos quais áreas são vulneráveis para inundações, enxurradas e movimentos de massa, como deslizamento de terra, como aqui no Morro do Jardim Carioca. Fazemos um primeiro contato com uma liderança do bairro, em seguida, identificamos um Ponto de Apoio, como um local seguro para alocar pessoas em uma situação de vulnerabilidade”, declarou o superintendente de Defesa Civil, Vilson Santos.