Ouça agora

Ao vivo

Cantinas de prisões e hospitais penitenciários deixam de funcionar
Destaque
Cantinas de prisões e hospitais penitenciários deixam de funcionar
Estudantes de Maricá conquistam medalhas nos Jogos Escolares do Rio de Janeiro
Maricá
Estudantes de Maricá conquistam medalhas nos Jogos Escolares do Rio de Janeiro
Luiz Gonzaga será homenageado em Arraiá de Duque de Caxias
Destaque
Luiz Gonzaga será homenageado em Arraiá de Duque de Caxias
Coletivo Vista Minha Pele faz ação em Rio das Ostras
Costa do Sol
Coletivo Vista Minha Pele faz ação em Rio das Ostras
Angra reforça a atualização do CadÚnico
Angra dos Reis
Angra reforça a atualização do CadÚnico
Prefeitura do Rio derruba mansões de luxo de até R$ 4 milhões no Joá
Destaque
Prefeitura do Rio derruba mansões de luxo de até R$ 4 milhões no Joá
Celebração em Honra a São Cristóvão movimenta Macaé neste fim de semana
Norte Fluminense
Celebração em Honra a São Cristóvão movimenta Macaé neste fim de semana

VÍDEO: Prefeito de Barra do Piraí diz que é preciso ‘começar a castrar’ as mulheres para controlar população no município

Vídeo com a fala do prefeito foi gravado na quinta-feira, durante a inauguração de uma estrada, e causou polêmica ao ser publicado nas redes sociais

O prefeito de Barra do Piraí (RJ), Mário Esteves (PROS), recentemente se envolveu em uma polêmica que desencadeou uma reação negativa na cidade e nas redes sociais. Durante a inauguração de uma estrada, ele fez comentários controversos sugerindo medidas de controle populacional envolvendo as mulheres da comunidade.

No vídeo gravado durante o evento em 14 de setembro, Mário Esteves declarou: “O que não falta em Barra do Piraí é criança. Cadê o Dione [secretário de Saúde]? Tem que começar a castrar essas meninas. Controlar essa população. É muito filho, cara.” Essa afirmação causou uma onda de indignação entre os cidadãos.

Além disso, o prefeito sugeriu que uma lei deveria ser implementada para limitar a quantidade de filhos que uma mulher poderia ter na cidade, estabelecendo um máximo de dois filhos por mulher. Ele afirmou: “É no máximo dois. Tem que fazer uma lei lá na Câmara. Haja creche para ser construída ao longo dos próximos anos. Tem que ter um projeto federal, estadual e municipal, porque precisa sim desse controle. É muita responsabilidade colocar filho no mundo”, discursou ele.

Em resposta à controvérsia, Mário Esteves emitiu uma nota alegando que suas palavras foram ditas em um “momento de descontração na inauguração de uma importante via de escoamento de produção e de desenvolvimento na cidade”. Ele insistiu que qualquer associação com a castração e controle populacional é um equívoco político.

A Câmara Municipal de Barra do Piraí também divulgou uma nota, afirmando que a intenção do prefeito não era sugerir a castração das mulheres, e que suas palavras podem ter sido mal interpretadas, ressaltando a importância de considerar o contexto completo de suas declarações.

Mario Esteves, prefeito de Barra do Piraí – Imagem: Reprodução

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Barra do Piraí emitiu uma declaração condenando a fala do prefeito, descrevendo-a como “típica de ato de misoginia” e destacando o completo desrespeito do prefeito pelas mulheres da cidade.

Essa polêmica gerou um debate na cidade e provocou discussões sobre respeito às mulheres, igualdade de gênero e apropriado comportamento de um líder político.