Ouça agora

Ao vivo

Vítima morta durantge comício de Donald Trump é identificada
Destaque
Vítima morta durantge comício de Donald Trump é identificada
Morre escritor e jornalista Sérgio Cabral Santos aos 87 anos
Destaque
Morre escritor e jornalista Sérgio Cabral Santos aos 87 anos
FBI identifica atirador que tentou matar Donald Trump
Destaque
FBI identifica atirador que tentou matar Donald Trump
Donald Trump sofre atentado durante um comício de sua candidatura à presidência dos EUA
Destaque
Donald Trump sofre atentado durante um comício de sua candidatura à presidência dos EUA
Vestibular Uerj 2025: inscrições para o 2º Exame de Qualificação
Destaque
Vestibular Uerj 2025: inscrições para o 2º Exame de Qualificação
Julgamento de Alec Baldwin por homicídio culposo é anulado por ocultação de provas
Destaque
Julgamento de Alec Baldwin por homicídio culposo é anulado por ocultação de provas
Queimados promove quarta edição da Colônia de Férias no Horto
Baixada Fluminense
Queimados promove quarta edição da Colônia de Férias no Horto

Unidades de saúde do Rio desenvolvem atividades voltadas à alimentação

Nutricionistas da rede municipal promovem conhecimento e mudanças nos hábitos alimentares
Imagem: Divulgação

Rodas de conversa sobre mitos da alimentação, oficinas de culinárias com ingredientes saudáveis e planejamento de rotinas para o dia a dia são algumas das atividades semanais que as unidades de Atenção Primária promovem, com o objetivo de incentivar hábitos alimentares adequados. As práticas, que vão além dos consultórios, são articuladas por nutricionistas que atuam no Núcleo Ampliado à Saúde da Família (NASF), em clínicas da família e centros municipais de saúde.

Nesta quinta-feira (31), Dia do Nutricionista, orientações das profissionais da rede municipal ressaltam como o hábito de manter uma alimentação balanceada pode influenciar na qualidade de vida. Refeições equilibradas melhoram a imunidade, a disposição, o sono, o humor e a concentração, além de reduzirem a ansiedade e prevenirem doenças, como câncer, Alzheimer, diabetes e hipertensão.

Em centros de Saúde da Zona Norte, atividades lúdicas para mostrar o teor de sal e açúcar nos alimentos

A nutricionista Valesca Scofano faz parte do NASF que dá suporte a três unidades de saúde na Zona Norte da cidade, mas o seu trabalho vai além dos consultórios. A profissional promove atividades educativas em grupo semanalmente, proporcionando conhecimento e boas práticas alimentares na Clínica da Família Deputado Pedro Fernandes Filho e nos centros municipais de saúde Alice Toledo Tibiriçá e Carlos Cruz Lima.

Durante o encontro promovido na última quinta-feira (24), reunindo usuários da CF Deputado Pedro Fernandes Filho e do CMS Alice Toledo Tibiriçá em uma quadra de esportes em Irajá, Valesca explicou como ter uma boa alimentação. Os principais alimentos a se evitar são as frituras, os ricos em açúcares, como doces e refrigerantes, e os ricos em sal – linguiça, salsicha, temperos prontos, macarrão instantâneo. Em equilíbrio, devemos acrescentar verduras, como agrião e couve, frutas, legumes e leguminosas, como feijões, ervilhas, lentilha e grão de bico, devem fazer parte da refeição.

“Diferentemente do que muitas pessoas pensam, não somos só aquilo que comemos. Somos o que comemos, digerimos e absorvemos. E, com uma alimentação mais natural, conseguimos digerir e absorver melhor os nutrientes como carboidratos, proteínas, gorduras, fibras, vitaminas, minerais e água. São esses nutrientes que fazem com que o corpo exerça suas atividades de forma eficiente”, explica a nutricionista Valesca.

Ainda na Zona Norte, a nutricionista Mariana Robin também faz a diferença dos usuários nas clínicas da família Erivaldo Fernandes Nóbrega e Izabel dos Santos, com atividades quinzenais em terças-feiras alternadas em cada uma das duas clínicas. Tanto no consultório como nas atividades especiais feitas em grupo, Mariana fala como trabalhar a alimentação dentro da renda de cada um.

O grupo que faz o encontro quinzenal da CF Erivaldo Fernandes Nóbrega, no Méier, recebeu o nome de Comer Alegre. Na reunião de 22/08, os participantes fizeram até degustação. O tema do dia foram os alimentos fermentados e, ao fim da reunião, eles puderam experimentar fermentados naturais preparados previamente pela nutricionista Mariana, já que demoram alguns dias para ficar prontos. Refrigerante de gengibre, chucrute de repolho e iogurte de kefir conquistaram o paladar das cerca de 30 pessoas reunidas no Centro de Cultura e Ideias, dentro da unidade de saúde.

“Eu busco fazer orientações dentro do que é possível para cada pessoa e família. As orientações são com base na realidade que se vive, partindo das possibilidades de acesso aos alimentos, renda e o que faz parte da cultura de cada um,” explica Mariana.

As atividades e os assuntos abordados variam. São os próprios participantes que escolhem sobre o que gostariam que a nutricionista trabalhasse como tema, assim como o que gostariam de produzir. Mariana já levou muitas receitas naturais para fazer com o grupo, como sal de ervas, ricota e bebidas vegetais.