Ouça agora

Ao vivo

Vítima morta durantge comício de Donald Trump é identificada
Destaque
Vítima morta durantge comício de Donald Trump é identificada
Morre escritor e jornalista Sérgio Cabral Santos aos 87 anos
Destaque
Morre escritor e jornalista Sérgio Cabral Santos aos 87 anos
FBI identifica atirador que tentou matar Donald Trump
Destaque
FBI identifica atirador que tentou matar Donald Trump
Donald Trump sofre atentado durante um comício de sua candidatura à presidência dos EUA
Destaque
Donald Trump sofre atentado durante um comício de sua candidatura à presidência dos EUA
Vestibular Uerj 2025: inscrições para o 2º Exame de Qualificação
Destaque
Vestibular Uerj 2025: inscrições para o 2º Exame de Qualificação
Julgamento de Alec Baldwin por homicídio culposo é anulado por ocultação de provas
Destaque
Julgamento de Alec Baldwin por homicídio culposo é anulado por ocultação de provas
Queimados promove quarta edição da Colônia de Férias no Horto
Baixada Fluminense
Queimados promove quarta edição da Colônia de Férias no Horto

Superlua poderá ser vista nesta terça-feira no Brasil

Além da superlua desta noite, ainda teremos outros eventos ao longo do segundo semestre deste ano
Imagem: Reprodução

Na noite desta terça-feira (1), um espetáculo astronômico fascinante está prestes a ocorrer no céu do Brasil: uma superlua poderá ser vista em grande parte do país, de acordo com informações do Observatório Nacional. Embora o termo “superlua” não seja uma definição astronômica oficial, é uma denominação usada quando a lua cheia acontece próxima ao perigeu, o ponto em sua órbita em que está mais próximo da Terra. Isso faz com que a lua pareça maior e mais brilhante do que em outras ocasiões.

O perigeu é o momento em que a distância entre a lua e a Terra fica menor que 360.000 km. Nessa fase, o nosso satélite natural fica aproximadamente 14% maior e 30% mais brilhante do que quando está no apogeu, que é quando está mais distante de nós, também conhecido como “microlua”.

A superlua desta noite é conhecida como “Superlua de esturjão”, uma referência curiosa ao nome de um peixe encontrado em grande quantidade nos Grandes Lagos da América do Norte, que são um conjunto imenso de lagos de água doce entre o Canadá e os Estados Unidos. Esse peixe costuma ser abundante nessa época do ano nos lagos, e a Lua é nomeada em sua homenagem.

Para aproveitar esse espetáculo celeste, não é necessário possuir nenhum equipamento astronômico especial. Basta olhar para o céu quando a Lua surgir no horizonte, prevista para acontecer às 17h43. No entanto, a experiência pode variar conforme a localização e as condições climáticas em cada região.

Mas as surpresas astronômicas não acabam por aqui. Além da superlua desta noite, ainda teremos outros eventos impressionantes ao longo do segundo semestre deste ano. Podemos aguardar dois eclipses, outra superlua e seis chuvas de meteoros, proporcionando espetáculos celestes únicos.

As datas de cada um desses eventos astronômicos são as seguintes:

Superluas e eclipses:

– 🌕 31 de agosto – Superlua azul (visível em boa parte do país).
– ☀️ 14 de outubro – Eclipse solar anular (visível em boa parte do país).
– 🌗 28-29 de outubro – Eclipse lunar parcial (visível em uma pequena parte do país).

Chuvas de meteoros:

– Draconids: ativa de 6 a 10 de outubro (pico: de 8 a 9 de outubro). Pico de meteoros por hora: 10.
– Orionids: ativa de 2 de outubro a 7 de novembro (pico: de 21 a 22 de outubro). Pico de meteoros por hora: 25.
– Taurids: ativa de 10 de setembro a 20 de novembro no Hemisfério Sul (pico: de 10 a 11 de outubro no Hemisfério Sul). Pico de meteoros por hora: 5.
– Leônidas: ativa de 6 de novembro a 30 de novembro (pico: de 17 a 18 de novembro). Pico de meteoros por hora: 10.
– Geminidas: ativa de 4 a 20 de dezembro (pico: de 14 a 15 de dezembro). Pico de meteoros por hora: 150.
– Ursids: ativa de 17 a 26 de dezembro (pico: de 22 a 23 de dezembro). Pico de meteoros por hora: 10.

Esses fenômenos astronômicos proporcionam oportunidades únicas para apreciar a beleza do universo e estimular nossa curiosidade sobre o cosmos. Aproveite para observar a superlua desta noite e marque em seu calendário as próximas datas dos eventos astronômicos, para não perder a oportunidade de presenciar essas maravilhas celestes.