Ouça agora

Ao vivo

Procon e Conselho de Veterinária fazem fiscalização e interditam clínicas na zona norte do Rio
Estado
Procon e Conselho de Veterinária fazem fiscalização e interditam clínicas na zona norte do Rio
Governo se reúne com professores e servidores federais em greve para discutir revisão de carreira
Destaque
Governo se reúne com professores e servidores federais em greve para discutir revisão de carreira
Rio das Ostras e Senac RJ oferecem curso gratuito no setor de Gastronomia
Costa do Sol
Rio das Ostras e Senac RJ oferecem curso gratuito no setor de Gastronomia
Workshop de atendimento segue com inscrições abertas
Angra dos Reis
Workshop de atendimento segue com inscrições abertas
Maricá lança ferramenta de segurança nas escolas
Maricá
Maricá lança ferramenta de segurança nas escolas
Nova Iguaçu recebe mais uma edição da Festa de São Jorge
Nova Iguaçu
Nova Iguaçu recebe mais uma edição da Festa de São Jorge
Governador Cláudio Castro nomeia novo secretário de Polícia Militar
Estado
Governador Cláudio Castro nomeia novo secretário de Polícia Militar

Secretaria de Estado de Saúde amplia políticas públicas voltadas para indivíduos com TEA

Criação de uma Superintendência voltada para o cuidado das pessoas com Transtorno do Espectro Autista, de Centros especializados e parceria com o Detran estão entre as iniciativas
Foto: Reprodução Internet

A Secretaria de Estado de Saúde vem atuando com uma série de ações de acolhimento para os pacientes e suas famílias. No ano passado, a SES criou a Superintendência de Transtorno do Espectro Autista, setor que já realizou capacitações para mais de dois mil profissionais em todo o estado e está mapeando a linha de cuidado presente nos 92 municípios.

Os seminários são voltados especialmente para o aprofundamento nos temas desde conceitos, inclusive, aplicação da escala Modified Checklist for Autism in Toddlers (M-CHAT), um instrumento de rastreamento precoce de autismo.

No mês dedicado à conscientização do autismo, a Secretaria vai inaugurar o primeiro Centro Estadual de Diagnóstico para o Transtorno do Espectro Autista (CedTEA) do Rio de Janeiro, que vai funcionar na Gávea, Zona Sul da capital, com meta de realizar até 100 atendimentos por semana.

“Temos um importante compromisso com a implementação de políticas públicas voltadas à saúde de pessoas com o diagnóstico do Transtorno do Espectro Autista. Capacitamos profissionais em todo o estado do Rio de Janeiro. Além disso, com a abertura do CedTEA, ampliaremos o acolhimento aos pacientes e suas famílias, proporcionando um espaço humanizado, com equipe multidisciplinar”, afirma a secretária de Estado de Saúde, Claudia Mello.

 

Olhar diferenciado para os adultos

Outra iniciativa da SES-RJ é o Centro de Atenção ao Transtorno do Espectro Autismo (CATEA), que funciona no Centro Psiquiátrico Rio de Janeiro (CPRJ), localizado na Gamboa, região central da capital. A unidade estimula a independência de adultos acima de 18 anos, com a instalação de uma casa “de verdade”, com sala, quarto e cozinha. O objetivo é oferecer um local de acolhimento e de estímulo sensorial para o treinamento de atividades diárias.

O espaço tem móveis como cadeiras e camas, além de utensílios do dia a dia, para incentivar a autossuficiência na execução das tarefas. Os atendimentos são individuais e acontecem duas vezes por semana, sendo específicos a adultos, atendidos por equipe multidisciplinar, formada por terapeuta ocupacional, psicóloga e fisioterapeuta.

 

Autismo sinalizado na identidade

Em outra ação importante para a cidadania de pessoas com TEA, a SES-RJ firmou parceria com o Detran-RJ, para incluir o símbolo do autismo na identidade PCD. O serviço está disponível tanto para quem precisa da 1ª via quanto para quem necessita da 2ª via do documento. Não é necessário agendamento prévio para a emissão do documento, que é isenta do pagamento de DUDA. A identidade PCD contém informações importantes, como o tipo de deficiência e o CID, que é o Código Internacional de Doenças.

Para solicitar a Identidade PcD é necessário apresentar original ou cópia autenticada da Certidão de Nascimento ou Casamento; Comprovante de Residência; Laudo Médico que indique a(s) deficiência(s) com o respectivo CID – Código Internacional de Doenças. Não há validade máxima para este laudo, e ele pode ser apresentado em forma de cópia. O laudo original não ficará retido no posto do Detran no momento do atendimento.

 

Data criada pela ONU

O Dia Mundial da Conscientização do Autismo foi criado pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 2007. Trata-se de um transtorno do neurodesenvolvimento caracterizado por dificuldades de interação social, comunicação e comportamentos repetitivos e restritos.

O objetivo da data é reforçar a informação sobre o TEA, assim como a inclusão e respeito à neurodiversidade.