Ouça agora

Ao vivo

Flexibilização da faixa seletiva da Av. Brasil começa nesta terça-feira (23/04)
Destaque
Flexibilização da faixa seletiva da Av. Brasil começa nesta terça-feira (23/04)
Prefeitura de Duque de Caxias anuncia canalização do canal dois irmãos
Baixada Fluminense
Prefeitura de Duque de Caxias anuncia canalização do canal dois irmãos
Prefeitura vai levar artesanato de Angra para o Rio Artes
Angra dos Reis
Prefeitura vai levar artesanato de Angra para o Rio Artes
Prefeitura de Nova Iguaçu retoma obras do Viaduto de Comendador Soares
Nova Iguaçu
Prefeitura de Nova Iguaçu retoma obras do Viaduto de Comendador Soares
TRE-RJ amplia horário de atendimento até a data do fechamento do cadastro eleitoral
Estado
TRE-RJ amplia horário de atendimento até a data do fechamento do cadastro eleitoral
Capela São Jorge, em Campos, tem programação religiosa nesta terça
Norte Fluminense
Capela São Jorge, em Campos, tem programação religiosa nesta terça
Lula anuncia ampliação do programa Pé-de-Meia
Política
Lula anuncia ampliação do programa Pé-de-Meia

Rio de Janeiro e São Paulo podem ter o dia mais frio do ano nesta terça (4)

O recorde de frio pode atingir boa parte da região sudeste do país.

Prepare o casaco! Na manhã desta terça-feira (4) a previsão é de que as capitais do sudeste registrem as menores temperaturas do ano.

De acordo com a Climatempo, as cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e as de parte do centro-sul de Minas Gerais, como Belo Horizonte, serão as mais afetadas pelo frio intenso. Na Serra da Mantiqueira, há possibilidade de geada.

Para a capital paulista, a mínima prevista para esta terça é de 9°C. O último dia mais frio do ano na cidade foi registrado pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) no dia 17 de junho, com 9,3°C.

Já na capital fluminense, a mínima prevista é de 12°C, podendo também bater o recorde de frio anterior, quando o município registrou 12,4°C no dia 21 de junho, conforme dados coletados pelo Inmet.

A partir da quarta-feira (05), a tendência é que as temperaturas voltem a subir, com manhãs de temperaturas amenas e tardes mais quentes.

Ainda segundo a empresa de meteorologia Climatempo, o frio pode ser explicado pela alta pressão que impede a formação de nuvens de chuva e a massa de ar frio que atua em parte do país.

Estado de atenção em São Paulo

Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas da Prefeitura de SP (CGE), a Capital paulista mantém o estado de atenção para baixas temperaturas, decretado pela Defesa Civil Municipal desde às 11 horas do dia 23 de junho.