Ouça agora

Ao vivo

Governo Federal não aceita negociar com servidores do INSS e greve é mantida
Brasil
Governo Federal não aceita negociar com servidores do INSS e greve é mantida
Primeira pesquisa depois de atentado mostra empate técnico entre Biden e Trump nos EUA
Destaque
Primeira pesquisa depois de atentado mostra empate técnico entre Biden e Trump nos EUA
Irmãos Brazão negam envolvimento com milicianos do Rio de Janeiro
Política
Irmãos Brazão negam envolvimento com milicianos do Rio de Janeiro
Justiça considera que Uber é responsável por itens pedidos em entregas
Destaque
Justiça considera que Uber é responsável por itens pedidos em entregas
Mega-sena acumula novamente e prêmio chega a R$ 47 milhões
Brasil
Mega-sena acumula novamente e prêmio chega a R$ 47 milhões
Servidores do INSS entram em greve a partir dessa terça-feira (16/07)
Brasil
Servidores do INSS entram em greve a partir dessa terça-feira (16/07)
Maricá das Artes realiza dois saraus culturais em julho
Cultura
Maricá das Artes realiza dois saraus culturais em julho

São Gonçalo inicia vacinação de crianças nas escolas e creches

Responsáveis devem autorizar a atualização da caderneta dos alunos
Foto: Julio Diniz

A Prefeitura de São Gonçalo, por meio de uma parceria entre as Secretarias de Educação e de Saúde e Defesa Civil, iniciou, nesta quarta-feira (13), a vacinação de crianças de 0 a 5 anos nas escolas municipais e creches conveniadas que atendem ao segmento de Educação Infantil. O município aderiu à Campanha de Multivacinação, do Movimento Nacional pela Vacinação, promovida pelo Ministério da Saúde, e irá atualizar a caderneta de vacina dos alunos até esta quinta-feira (14).

A vacinação acontece através da ação “Verificação da situação vacinal”, uma das 14 ações realizadas pelo Programa Saúde na Escola (PSE), vinculado às duas secretarias, e estará presente nas 113 unidades de ensino que atendem a modalidade de Educação Infantil, junto com a Coordenação de Imunização. O secretário de Educação, Maurício Nascimento, esteve no CIEP 125 Professor Paulo Roberto Macedo do Amaral, no Mutondo, para acompanhar a ação.

Larissa da Silva, mãe da aluna Maria, de 4 anos, autorizou imediatamente a vacinação, assim que recebeu o bilhete pela agenda da filha. Para ela, a iniciativa veio para auxiliar os responsáveis que não conseguem atualizar a caderneta de vacina dos filhos com tanta frequência por conta do trabalho e de compromissos do dia a dia.

“Eu achei uma ótima iniciativa, porque, como eles estudam em horário integral, nós precisamos tirá-los da escola para levar até o posto para vacinar. Sendo na escola, adianta muito, é rapidinho, a professora mesmo traz eles para a vacina. A minha filha só tinha uma vacina atrasada e, agora, já tomou”, contou a mãe.

Para que a vacinação ocorra, é necessário que o responsável pelo aluno dê autorização no documento que já foi enviado pela escola e disponibilize o CPF ou Cartão Nacional do SUS do aluno; Registro de Nascimento ou RG do aluno; Caderneta de Vacina e Cópia do documento do responsável. Caso a criança não tenha caderneta de vacina ou tenha perdido, o responsável deve sinalizar previamente nesta autorização.