Ouça agora

Ao vivo

Putin faz exigências para “negociar a paz” com a Ucrânia após encontro do G7
Mundo
Putin faz exigências para “negociar a paz” com a Ucrânia após encontro do G7
Justiça considera ilegal greve dos educadores de Macaé
Norte Fluminense
Justiça considera ilegal greve dos educadores de Macaé
Governo do estado cria Observatório do Feminicídio
Estado
Governo do estado cria Observatório do Feminicídio
Polícia Militar expande programas de polícia de proximidade na zona sul
Rio de Janeiro
Polícia Militar expande programas de polícia de proximidade na zona sul
Prédio no Centro Histórico de Petrópolis é destruído por incêndio
Região Serrana
Prédio no Centro Histórico de Petrópolis é destruído por incêndio
Termina hoje prazo para inscrição no Enem
Destaque
Termina hoje prazo para inscrição no Enem
RS receberá caravana do governo para garantir acesso a benefícios
Política
RS receberá caravana do governo para garantir acesso a benefícios

Saiba por que o Flamengo ainda não anunciou contratação de Allan

Responsabilidade pelo pagamento do mecanismo de solidariedade é o entrave do momento
Foto: Pedro Souza

Na última sexta-feira, Flamengo e Atlético-MG entraram em acordo pela contratação do volante Allan. Valores acertados e metas foram definidos, mas ainda há impasses que impedem a assinatura. O pagamento do mecanismo de solidariedade é a divergência no momento.

A negociação está acertada em 8 milhões de euros (R$ 42 milhões) por 100% dos direitos econômicos. Desse valor, o Atlético-MG tem 75%, ou seja, 6 milhões de euros (R$ 31 milhões).

O total da transferência será pago em três vezes. A fatia maior é quitada no ato da compra e corresponde a um valor entre 40% e 45% do total. O restante será equacionado em duas parcelas em 2024.

A bonificação por títulos, que fará com o que o total da transferência seja fechado em cerca de 9 milhões de euros, ainda é discutida. Os títulos que contemplam esses bônus são Brasileiro, Copa do Brasil e Libertadores. Allan, em contrato de quatro anos e meio, teria de conquistar duas destas taças.

A divergência de momento é sobre quem assume o percentual referente ao mecanismo de solidariedade da Fifa entre o vendedor (Atlético-MG) e o comprador (Flamengo). Há aplicações diferentes para clubes estrangeiros e os brasileiros.

O funcionamento dentro do mercado nacional abrange somente os clubes que Allan defendeu até os 19 anos. São eles Internacional, que fica com a maior fatia, Tanabi-SP e São Paulo.

O Fluminense, clube no qual chegou aos 22 anos, também não recebe.

Liverpool (Inglaterra) SJK (Finlândia), Sint-Truiden (Bélgica), Hertha Berlim (Alemanha), Apollon Limassol (Chipre) e Eintracht Frankfurt (Alemanha), clubes que Allan defendeu fora do país, recebem com base na lei de mecanismo de solidariedade da Fifa.