Ouça agora

Ao vivo

Governo Federal não aceita negociar com servidores do INSS e greve é mantida
Brasil
Governo Federal não aceita negociar com servidores do INSS e greve é mantida
Primeira pesquisa depois de atentado mostra empate técnico entre Biden e Trump nos EUA
Destaque
Primeira pesquisa depois de atentado mostra empate técnico entre Biden e Trump nos EUA
Irmãos Brazão negam envolvimento com milicianos do Rio de Janeiro
Política
Irmãos Brazão negam envolvimento com milicianos do Rio de Janeiro
Justiça considera que Uber é responsável por itens pedidos em entregas
Destaque
Justiça considera que Uber é responsável por itens pedidos em entregas
Mega-sena acumula novamente e prêmio chega a R$ 47 milhões
Brasil
Mega-sena acumula novamente e prêmio chega a R$ 47 milhões
Servidores do INSS entram em greve a partir dessa terça-feira (16/07)
Brasil
Servidores do INSS entram em greve a partir dessa terça-feira (16/07)
Maricá das Artes realiza dois saraus culturais em julho
Cultura
Maricá das Artes realiza dois saraus culturais em julho

Rio de Janeiro é o terceiro estado com mais beneficiários do Bolsa Família em agosto com 1,78 milhão

Os pagamentos nos 5.570 municípios brasileiros têm início nesta sexta-feira e seguem até o dia 31. No país como um todo, são 21,1 milhões de famílias e R$ 14 bilhões em repasses
Foto: Divulgação / MDAS

O Rio de Janeiro é o terceiro estado com maior número de beneficiários do Bolsa Família em agosto no país, atrás apenas de São Paulo e Bahia. São 1,78 milhão de famílias fluminenses nos 92 municípios do estado que serão contempladas a partir de um investimento de R$ 1,19 bilhão do Governo Federal – uma média de R$ 671,33. O cronograma de pagamento nos 5.570 municípios brasileiros tem início nesta sexta (18) e segue até o dia 31, com base no final do Número de Identificação Social (NIS).

A capital fluminense é a cidade com maior número de contemplados no Rio de Janeiro. São 565,9 mil famílias, a partir de um investimento de R$ 377,4 milhões e repasse médio de R$ 666,84. Outros quatro municípios do estado totalizam pouco mais de 446 mil famílias beneficiárias: Nova Iguaçu (145.129), Duque de Caxias (124.129), São Gonçalo (91.437) e Belford Roxo (85.447).

O município com maior valor médio de repasse no Rio de Janeiro é Varre-Sai, com R$ 716,24. Itaguaí (R$ 700,51) e Macuco (R$ 694,05) completam a lista das três cidades de maior repasse médio no estado.

O Benefício Primeira Infância, que prevê um adicional de R$ 150 a crianças de zero a seis anos, chega a 657,2 mil pessoas do Rio de Janeiro em agosto. Já o Benefício Variável Familiar, um adicional de R$ 50 para gestantes e crianças e adolescentes de 7 a 18 anos, alcança 1,1 milhão de pessoas no estado.

NACIONAL — O Bolsa Família teve um aumento de 1,15% no número de beneficiários em agosto na comparação com julho. Os repasses neste mês chegam a 21,14 milhões de famílias, 241 mil a mais em relação à lista anterior. Ao todo, R$ 14,2 bilhões serão transferidos às famílias pelo Governo Federal, aumento de 1,55% em comparação a julho. O valor médio do benefício é de R$ 686,04.

O Benefício Primeira Infância chega a mais de 9,24 milhões de crianças de 0 a 6 anos (7 anos incompletos) na composição familiar dos beneficiários, com um total de R$ 1,3 bilhão em repasses. Já o Benefício Variável Familiar atenderá 15,9 milhões de brasileiros por meio de repasses de R$ 724 milhões. São 843 mil gestantes, 12,4 milhões de crianças e adolescentes de 7 a 16 anos e 2,6 milhões de adolescentes na faixa de 16 a 18 anos.