Ouça agora

Ao vivo

Dia Mundial sem Tabaco é lembrado em Macaé
Norte Fluminense
Dia Mundial sem Tabaco é lembrado em Macaé
Maratona do Rio 2024 começa nesta quinta-feira com recorde de inscritos
Rio de Janeiro
Maratona do Rio 2024 começa nesta quinta-feira com recorde de inscritos
Prefeitura de Maricá divulga programação de Corpus Christi
Maricá
Prefeitura de Maricá divulga programação de Corpus Christi
Paraty e Angra dos Reis recebem lançamento de livro sobre a Costa Verde
Angra dos Reis
Paraty e Angra dos Reis recebem lançamento de livro sobre a Costa Verde
Prazo para adesão ao Desenrola Fies é prorrogado até 31 de agosto
Destaque
Prazo para adesão ao Desenrola Fies é prorrogado até 31 de agosto
Estudantes de Caxias ganham nova escola municipal bilíngue
Baixada Fluminense
Estudantes de Caxias ganham nova escola municipal bilíngue
Ocupação hoteleira na Região dos Lagos deve ultrapassar os 75% durante o feriadão de Corpus Christi
Costa do Sol
Ocupação hoteleira na Região dos Lagos deve ultrapassar os 75% durante o feriadão de Corpus Christi

Queda de energia no Metrô vira investigação da Agetransp

A paralisação durou 1h30, ocasionando lotação nas estações da Zona Norte e do Centro.
Imagem: Reprodução

A linha 2 do MetrôRio, que liga a Pavuna, na Zona Norte, a Botafogo, na Zona Sul, ficou totalmente paralisada na tarde de quinta-feira (13/07), causando superlotação nas estações em pleno horário de pico.

Com duração de 1h30, a interrupção se deu pela queda de energia entre as estações de Maria da Graça e São Cristóvão, na Zona Norte do Rio, levando ao fechamento de algumas estações no trecho, por conta da quantidade de passageiros que aguardavam a liberação.

As linhas 1 e 4, que ligam a Tijuca, na Zona Norte, à Barra, na Zona Oeste, também foram afetadas, com intervalos irregulares.

Segundo a Agetransp (Agência Reguladora de Serviços Públicos Concedidos de Transportes Aquaviários, Ferroviários e Metroviários e de Rodovias do Estado do Rio de Janeiro), além das causas da ocorrência, será apurada a adequação do atendimento aos passageiros e dos procedimentos adotados pela concessionária para restabelecer a normalidade da operação. A agência afirmam ter enviado uma equipe de fiscalização para a Subestação Elétrica da Rua Frei Caneca, no Centro, para monitorar a atuação dos funcionários do MetrôRio, que realizavam a manutenção.

O Centro de Monitoramento de Concessionárias (CMC) segue monitorando a situação nesta sexta-feira (14).