Ouça agora

Ao vivo

Vítima morta durantge comício de Donald Trump é identificada
Destaque
Vítima morta durantge comício de Donald Trump é identificada
Morre escritor e jornalista Sérgio Cabral Santos aos 87 anos
Destaque
Morre escritor e jornalista Sérgio Cabral Santos aos 87 anos
FBI identifica atirador que tentou matar Donald Trump
Destaque
FBI identifica atirador que tentou matar Donald Trump
Donald Trump sofre atentado durante um comício de sua candidatura à presidência dos EUA
Destaque
Donald Trump sofre atentado durante um comício de sua candidatura à presidência dos EUA
Vestibular Uerj 2025: inscrições para o 2º Exame de Qualificação
Destaque
Vestibular Uerj 2025: inscrições para o 2º Exame de Qualificação
Julgamento de Alec Baldwin por homicídio culposo é anulado por ocultação de provas
Destaque
Julgamento de Alec Baldwin por homicídio culposo é anulado por ocultação de provas
Queimados promove quarta edição da Colônia de Férias no Horto
Baixada Fluminense
Queimados promove quarta edição da Colônia de Férias no Horto

Quatro pessoas morrem em atentado em santuário no Irã

Outro atentado foi registrado no local no ano anterior
Imagem: Reprodução

Quatro pessoas morreram e pelo menos cinco sofreram ferimentos em um ataque a um santuário xiita no Irã, conforme reportado pela agência oficial de notícias Irna. O incidente teve lugar no domingo (13), na cidade de Shiraz, situada a uma distância de 600 km ao sul da capital, Teerã.

De acordo com a agência, dois homens portando armas de fogo entraram no espaço do santuário chamado “Shah-Cheragh” e efetuaram disparos contra as vítimas presentes. Informações da agência de notícias Tasnim indicam que um dos suspeitos envolvidos no ataque já foi detido, enquanto o segundo indivíduo conseguiu escapar e permanece em paradeiro desconhecido. Vale ressaltar que esse santuário já havia sido alvo de ataques em outubro de 2022, quando dois agressores invadiram o local, resultando em 13 fatalidades e aproximadamente 30 pessoas feridas.

Nessa ocasião anterior, a responsabilidade pelo ataque foi assumida pelo Estado Islâmico, e os dois indivíduos identificados como autores do atentado foram submetidos à pena de enforcamento no mês de julho.

As execuções ocorreram nas proximidades desse santuário, um significativo local de peregrinação de grande relevância no país.