Ouça agora

Ao vivo

Irmãos Brazão negam envolvimento com milicianos do Rio de Janeiro
Política
Irmãos Brazão negam envolvimento com milicianos do Rio de Janeiro
Justiça considera que Uber é responsável por itens pedidos em entregas
Destaque
Justiça considera que Uber é responsável por itens pedidos em entregas
Mega-sena acumula novamente e prêmio chega a R$ 47 milhões
Brasil
Mega-sena acumula novamente e prêmio chega a R$ 47 milhões
Servidores do INSS entram em greve a partir dessa terça-feira (16/07)
Brasil
Servidores do INSS entram em greve a partir dessa terça-feira (16/07)
Maricá das Artes realiza dois saraus culturais em julho
Cultura
Maricá das Artes realiza dois saraus culturais em julho
Governador e secretária estadual de Saúde do RJ visitam Rio Imagem Baixada e obras do Instituto Estadual do Câncer em Nova Iguaçu
Nova Iguaçu
Governador e secretária estadual de Saúde do RJ visitam Rio Imagem Baixada e obras do Instituto Estadual do Câncer em Nova Iguaçu
Governo quer colocar travas para apostadores compulsivos em bets e jogos, como o do tigrinho
Brasil
Governo quer colocar travas para apostadores compulsivos em bets e jogos, como o do tigrinho

Projeto Escolas Seguras é realizado em mais uma unidade escolar de Nova Iguaçu

Alunos, professores e funcionários da Creche Nossa Senhora da Luz, no bairro Figueira, participaram do evento
Foto: Divulgação/Prefeitura Nova Iguaçu

O Projeto Escolas Seguras: Desenvolvendo a Resiliência através da Educação, voltou a ser realizado em uma unidade escolar de Nova Iguaçu, nesta quarta-feira (24). Alunos, professores e funcionários da Creche Nossa Senhora da Luz, no bairro Figueira, participaram do evento.

O projeto foi desenvolvido no município em 2017 e se deu por meio de uma parceria da Secretaria Municipal de Defesa Civil com a Secretaria Municipal de Educação e o Centro de Estudo e Pesquisa sobre Desastres da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. A iniciativa foi retomada em abril deste ano e ainda vai passar por outras cinco escolas. A próxima edição do Projeto Escolas Seguras vai acontecer em junho, na Escola Municipal Agroecológica Vale do Tinguá.

– A aplicação do Projeto nas creches municipais tem sido um grande e prazeroso desafio. Nossas equipes, com o auxílio de profissionais da Secretaria de Educação de Nova Iguaçu, têm aprendido a lidar com crianças de 2 e 3 anos de idade. Um exercício de aprendizado contínuo e de adaptação da linguagem que permite transmitir todo o conteúdo sobre segurança aos pequenos com qualidade, de forma lúdica, agradável e cativante, afinal, brincadeira é coisa séria! – afirmou o secretário de Defesa Civil de Nova Iguaçu, tenente coronel Jorge Ribeiro.

O Projeto Escolas Seguras tem como principal objetivo, desenvolver a capacidade de resiliência e reduzir o risco de desastre nas unidades escolares. Durante uma semana os integrantes da escola participam de oficinas, treinamentos e exercícios de desocupação durante uma simulação de incêndio. O já foi realizado em 29 escolas municipais de Nova Iguaçu, e foi responsável pela capacitação de 11 mil alunos, 1.400 professores e funcionários.