Ouça agora

Ao vivo

Procon e Conselho de Veterinária fazem fiscalização e interditam clínicas na zona norte do Rio
Estado
Procon e Conselho de Veterinária fazem fiscalização e interditam clínicas na zona norte do Rio
Governo se reúne com professores e servidores federais em greve para discutir revisão de carreira
Destaque
Governo se reúne com professores e servidores federais em greve para discutir revisão de carreira
Rio das Ostras e Senac RJ oferecem curso gratuito no setor de Gastronomia
Costa do Sol
Rio das Ostras e Senac RJ oferecem curso gratuito no setor de Gastronomia
Workshop de atendimento segue com inscrições abertas
Angra dos Reis
Workshop de atendimento segue com inscrições abertas
Maricá lança ferramenta de segurança nas escolas
Maricá
Maricá lança ferramenta de segurança nas escolas
Nova Iguaçu recebe mais uma edição da Festa de São Jorge
Nova Iguaçu
Nova Iguaçu recebe mais uma edição da Festa de São Jorge
Governador Cláudio Castro nomeia novo secretário de Polícia Militar
Estado
Governador Cláudio Castro nomeia novo secretário de Polícia Militar

Projeto de reinserção social abre nova turma em Volta Redonda

Atendidos são pessoas em situação de rua que receberão qualificação profissional, bolsa auxílio, transporte e alimentação.
Foto: Reprodução

Com o objetivo de contribuir na reinserção social de pessoas em situação de rua, a prefeitura de Volta Redonda, através da Secretaria Municipal de Ação Comunitária (Smac) em parceria com a Fevre (Fundação Educacional de Volta Redonda), abriu nesta segunda-feira (10), em uma cerimônia realizada no auditório do Palácio 17 de Julho, uma nova turma do projeto “Cidadão VR”. A ação vai oportunizar qualificação profissional no curso de Auxiliar de Construção Civil a 20 pessoas.

Com duração de dois meses, as aulas terão início nesta terça-feira (11), no Centro de Qualificação Profissional Aristides de Souza Moreira, no bairro Aero Clube, e acontecerão de segunda a sexta-feira, das 13 às 16h. Os participantes receberão ainda uma bolsa no valor de ¼ do salário-mínimo, transporte e alimentação, além de uniforme e Equipamentos de Proteção Individual (EPIs).

Durante a abertura da nova turma, a secretária municipal de Ação Comunitária, Carla Duarte, destacou a importância dos participantes do projeto em se esforçarem para serem inseridos novamente no mercado de trabalho e ter uma vida em sociedade.
“Esse projeto começou quando o meu amigo Munir ainda era secretário. De lá para cá o ‘Cidadão VR’ vem mudando, mas a essência permanece. A população de Volta Redonda é muito feliz porque tem um governo que olha com todo carinho por ela. Por isso estamos aqui hoje, realizando mais essa ação, unindo nossas forças, num mesmo objetivo é que de fazer a diferença na vida de cada um de vocês. Cabe a vocês nos permitir isso. A mudança só depende de vocês. Estamos à disposição para tudo que precisarem. Nós não vamos cansar de buscar alternativas para promover o bem-estar de vocês, mas é preciso que vocês também não se cansem”, ressaltou a secretária.

Rede de atendimento

Volta Redonda possui uma Rede Municipal de Atendimento à População em Situação de Rua estruturada, considerando o fluxo de pessoas utilizando os logradouros públicos como moradia temporária ou em trânsito.

O município conta com o Serviço Especializado em Abordagem Social, que funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h, com objetivo de identificar as pessoas e encaminhar para os serviços socioassistenciais. A equipe e formada por profissionais qualificados contendo uma coordenação, psicólogo, assistente social e educadores social.

O Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop), que fica no Aterrado e oferece às pessoas em situação de rua atendimento técnico com psicólogos e assistentes social, encaminhamento para documentação civil, acompanhamento sistemático para reinserção na sociedade e saída das ruas. Além das ofertas de alimentação, banho, lavagem de roupas e atividades coletivas, de segunda a sexta-feira, da 8h às 20h.

O Abrigo Municipal Seu Nadim, no bairro Nossa Senhora das Graças, que oferta 25 vagas para acolhimento de munícipes. O espaço conta com uma equipe técnica que trabalha autonomia dos usuários.

Volta Redonda conta ainda com o Serviço de atendimento ao Migrante, que fica na Rodoviária Municipal, e oferta passagem para migrantes. O funcionamento é de segunda a sexta-feira das 8h às 17h.

O atendimento à população em situação de rua também é feito através de parcerias dentro da própria prefeitura, como o Consultório na Rua, da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), que também conta com o Programa de Saúde Mental, para atender as pessoas em situação de rua que são dependentes químicos, usuários de álcool e outras drogas, entre outros.