Ouça agora

Ao vivo

Macaé ganha novas redes de esgoto na Aroeira
Norte Fluminense
Macaé ganha novas redes de esgoto na Aroeira
Itaipuaçu recebe evento Passaporte em Ação
Maricá
Itaipuaçu recebe evento Passaporte em Ação
Petrópolis tem 82 hectares de área queimada no primeiro semestre do ano
Destaque
Petrópolis tem 82 hectares de área queimada no primeiro semestre do ano
Eleições Municipais têm mulheres como maioria do eleitorado, revela TSE
Brasil
Eleições Municipais têm mulheres como maioria do eleitorado, revela TSE
Eduardo Paes lança candidatura à reeleição, mas ainda sem o nome do vice. Pedro Paulo é o preferido
Política
Eduardo Paes lança candidatura à reeleição, mas ainda sem o nome do vice. Pedro Paulo é o preferido
Prouni terá mais de 240 mil bolsas no segundo semestre
Brasil
Prouni terá mais de 240 mil bolsas no segundo semestre
Projeto de Judô transforma vida de 280 crianças em Japeri
Baixada Fluminense
Projeto de Judô transforma vida de 280 crianças em Japeri

Programa de gerenciamento de perdas na distribuição de água é implantado em Volta Redonda

Acordo de cooperação técnica entre Saae-VR e Agevap, com R$ 1 milhão em investimento, terá projeto-piloto nos bairros Santa Rita do Zarur e Santa Cruz
Imagem: Divulgação de Volta Redonda

A implantação do Programa de Gerenciamento de Perdas em Sistemas de Distribuição de Água começa a sair do papel em Volta Redonda. Representantes do Serviço Autônomo de Água e Esgoto da cidade (Saae-VR) assinaram, em São José dos Campos (SP), o acordo de cooperação técnica com a Agevap (Associação Pró-Gestão das Águas Hidrográficas da Bacia do Rio Paraíba do Sul), visando atividades conjuntas do programa. Com a ordem de serviço também já assinada, a vigência do acordo é de 24 meses e será todo custeado pela Agevap, com estimativa de R$ 1 milhão em investimento.

“O projeto-piloto será implantado no sistema de abastecimento de água potável dos bairros Santa Rita do Zarur e Santa Cruz, onde o Saae possui atualmente 7.305 economias residenciais atendidas com água tratada”, explicou o engenheiro do Saae-VR, Sérgio Meira, acrescentando que, além da implantação, os servidores da autarquia serão capacitados para replicar o projeto em outras áreas atendidas no município.

Na prática, o acordo contempla a instalação de macromedidores, pesquisa acústica de vazamentos, instalação de novos hidrômetros e avaliação remota dos dados. A Agevap financia e promove a contratação da empresa que fará o projeto e executará as ações.

O diretor-executivo do Saae-VR, Paulo Cesar de Souza, o PC, conta que Volta Redonda foi um dos três municípios contemplados pelo programa, ao lado de Tocantins, em Minas Gerais/MG, e Guaratinguetá, em São Paulo.

“No Brasil, o maior problema relacionado a saneamento básico é o desperdício de água. E os tipos de vazamentos são diferentes, como os invisíveis e os visíveis, furtos de água e as chamadas perdas de processo, que ocorrem durante o tratamento de água. Com a implantação do programa, conseguiremos monitorar as pressões na rede de abastecimento, mudanças e possíveis vazamentos. Assim, vamos reduzir as perdas”, explicou o diretor-executivo do Saae-VR, Paulo Cesar de Souza, o PC.

Programa

Com o objetivo de incentivar o uso racional de água por meio de controle de perdas em sistemas de abastecimento público, o programa é desenvolvido pelo Centro de Desenvolvimento Tecnológico em Águas e Saneamento Ambiental (CDTASA), do Comitê de Integração da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul (Ceivap). A ação conta com parceria da Agevap.

Os municípios beneficiados foram contemplados no Edital de Chamamento Público do programa e a iniciativa totaliza um investimento de R$ 3 milhões. As cidades receberão um projeto-piloto demonstrativo de gerenciamento e controle de perdas em sistemas de abastecimento de água, por meio da instalação de sensores que detectam automaticamente vazamentos na rede de distribuição, através do uso de inteligência artificial.