Ouça agora

Ao vivo

Comando de Polícia Rodoviária registra queda no número de acidentes com vítimas fatais durante o feriado de São Jorge
Destaque
Comando de Polícia Rodoviária registra queda no número de acidentes com vítimas fatais durante o feriado de São Jorge
Alerj aprova projeto para ampliar combate ao trabalho análogo à escravidão
Política
Alerj aprova projeto para ampliar combate ao trabalho análogo à escravidão
Prefeitura do Rio promove consulta pública sobre concessão de parques municipais
Rio de Janeiro
Prefeitura do Rio promove consulta pública sobre concessão de parques municipais
Maricá recebe prêmio destaque do artesanato na 16ª Rio Artes
Maricá
Maricá recebe prêmio destaque do artesanato na 16ª Rio Artes
Passagem de carretas interditará descida da serra de Petrópolis na madrugada de 25/04
Estado
Passagem de carretas interditará descida da serra de Petrópolis na madrugada de 25/04
Cidades do Rio podem ganhar “Café do Trabalhador”
Política
Cidades do Rio podem ganhar “Café do Trabalhador”
CBF divulga data e horário dos jogos da terceira fase da Copa do Brasil
Esportes
CBF divulga data e horário dos jogos da terceira fase da Copa do Brasil

Presidente Lula lança obras de dragagem do Canal de São Lourenço, em Niterói

Outro projeto anunciado é a revitalização do Terminal Pesqueiro da cidade
Foto: Divulgação

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu a retomada dos investimentos na indústria naval brasileira como forma de alavancar o setor e gerar empregos e tecnologia no país. A declaração foi dada nesta terça-feira (2) durante o anúncio do início das obras de dragagem do Canal de São Lourenço, em Niterói (RJ). Segundo o governo, o desassoreamento de trecho da Baía de Guanabara, entre a Ilha da Conceição e a Ponte Rio-Niterói, vai aumentar de 7 para 11 metros a profundidade (calado) do local, permitindo o aumento da função operacional dos estaleiros, o estímulo a novas construções de embarcações e a movimentação do setor de reparos e manutenção. A previsão é que sejam gerados cerca de 20 mil empregos diretos e indiretos.

Ao todo, a obra do Canal de São Lourenço soma R$ 157 milhões em investimentos, sendo R$ 137 milhões provenientes da Prefeitura de Niterói e R$ 20 milhões da Companhia Docas do Rio de Janeiro, empresa pública ligada ao Governo Federal. O Porto de Niterói prevê mais de 30% de aumento nas atracações e nos serviços portuários após a dragagem do Canal de São Lourenço. Seus terminais oferecem suporte completo para módulos de plataformas e equipamentos de produção de petróleo e gás.

Outro projeto anunciado pelo governo federal é a revitalização do Terminal Pesqueiro de Niterói, por meio de acordo para a municipalização do espaço. Após a conclusão da dragagem do Canal de São Lourenço, a intenção é que o terminal se torne um entreposto de pesca, também beneficiando o setor marítimo. Para viabilizar a medida, o ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, o presidente da PortosRio, Francisco Martins e o prefeito do Niterói, Axel Grael, assinaram o contrato de compra e venda de imóvel do antigo Terminal Pesqueiro.