Ouça agora

Ao vivo

Putin faz exigências para “negociar a paz” com a Ucrânia após encontro do G7
Mundo
Putin faz exigências para “negociar a paz” com a Ucrânia após encontro do G7
Justiça considera ilegal greve dos educadores de Macaé
Norte Fluminense
Justiça considera ilegal greve dos educadores de Macaé
Governo do estado cria Observatório do Feminicídio
Estado
Governo do estado cria Observatório do Feminicídio
Polícia Militar expande programas de polícia de proximidade na zona sul
Rio de Janeiro
Polícia Militar expande programas de polícia de proximidade na zona sul
Prédio no Centro Histórico de Petrópolis é destruído por incêndio
Região Serrana
Prédio no Centro Histórico de Petrópolis é destruído por incêndio
Termina hoje prazo para inscrição no Enem
Destaque
Termina hoje prazo para inscrição no Enem
RS receberá caravana do governo para garantir acesso a benefícios
Política
RS receberá caravana do governo para garantir acesso a benefícios

Prefeitura do Rio lança o Alvará a Jato, sistema que emite licença em um minuto

Serviço promete menos burocracia na emissão de licenças de atividade e autorização de funcionamento.
Foto: Reprodução

A Prefeitura do Rio lançou nesta sexta-feira (16) o sistema Alvará a Jato, que emite licença de atividade e autorização de funcionamento para atividades de baixo risco em cerca de 1 minuto.

Segundo dados de abril do Painel Mapa de Empresas, do Governo Federal, o tempo médio de registro de empresas em 2023 no Brasil está em 13 horas.

O serviço promete menos burocracia e é mais um passo para facilitar a vida de empreendedores e de quem quer formalizar o seu negócio, além de agilizar a emissão da Nota Carioca.

“Com esse projeto, captamos o desejo das pessoas de empreenderem e nos ajuda a mapear a cidade e como podemos tomar decisão de política pública, conhecendo os atores econômicos e o que tem em cada local”, disse o prefeito Eduardo Paes.

O Alvará a Jato pode ser feito por empresários de atividades exercidas em casa e pequenos comércios, desde que o local não tenha mais que 200 m² nem reúna mais de 100 pessoas.

Ao todo, 287 atividades estão na lista de atividades de baixo risco. São exemplos:

  • Cabeleireiros
  • Manicures
  • Costureiras
  • atividades religiosas
  • desenvolvedores de sistemas
  • profissionais de comunicação
  • design e moda
  • pequenos comércios varejista e atacado
  • fabricantes de comida e bebida artesanais

A autorização é feita por autodeclaração, pela internet, no Portal Carioca Digital. É preciso pagar uma taxa de pouco mais de R$ 1 mil.

Além do prefeito Eduardo Paes, participaram do lançamento os secretários municipais de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Simplificação, Chicão Bulhões; de Ordem Pública, Brenno Carnevale; e de Transformação Digital e Integridade, Tony Chalita.