Ouça agora

Ao vivo

Comando de Polícia Rodoviária registra queda no número de acidentes com vítimas fatais durante o feriado de São Jorge
Destaque
Comando de Polícia Rodoviária registra queda no número de acidentes com vítimas fatais durante o feriado de São Jorge
Alerj aprova projeto para ampliar combate ao trabalho análogo à escravidão
Política
Alerj aprova projeto para ampliar combate ao trabalho análogo à escravidão
Prefeitura do Rio promove consulta pública sobre concessão de parques municipais
Rio de Janeiro
Prefeitura do Rio promove consulta pública sobre concessão de parques municipais
Maricá recebe prêmio destaque do artesanato na 16ª Rio Artes
Maricá
Maricá recebe prêmio destaque do artesanato na 16ª Rio Artes
Passagem de carretas interditará descida da serra de Petrópolis na madrugada de 25/04
Estado
Passagem de carretas interditará descida da serra de Petrópolis na madrugada de 25/04
Cidades do Rio podem ganhar “Café do Trabalhador”
Política
Cidades do Rio podem ganhar “Café do Trabalhador”
CBF divulga data e horário dos jogos da terceira fase da Copa do Brasil
Esportes
CBF divulga data e horário dos jogos da terceira fase da Copa do Brasil

Prefeitura abrirá edital para projetos culturais que farão parte da revitalização do Centro do Rio

A segunda fase do programa Reviver Centro busca atrair empreendimentos e projetos culturais para as lojas que estão fechadas
Foto: Divulgação/Prefeitura do Rio

A Prefeitura do Rio de Janeiro irá publicar nesta sexta-feira (26) um edital voltado para a apresentação de projetos culturais interessados em ocupar lojas fechadas, no quadrilátero delimitado pela Praça Pio X (Candelária), a Avenida Rio Branco, a Rua da Assembleia e a Rua Primeiro de Março. O objetivo dessa segunda fase do programa reviver cultural que faz parte do projeto de revitalização do Centro do Rio, é atrair a atenção do público artístico para então ocuparem os espaços vazios das lojas fechadas.

A expectativa do município é que pelo menos 27 lojas de rua que estão vazias e foram cadastradas na primeira fase do projeto sejam ocupadas por projetos culturais. Todos esses espaços poderão ser ocupados por academias de dança, teatro e música; livrarias; galerias de artes, antiguidades e pinturas; lojas de artesanato e outros empreendimentos que tenham base artística.

Como forma de estimular a instalação e permanência dos projetos nesses espaços vagos, a prefeitura irá oferecer uma ajuda financeira mensal no valor de R$ 75 por metro quadrado alugado, além de um auxílio único, de R$ 1 mil por metro quadrado, com limite total de 192 metros quadrados utilizados por projeto. Os repasses mensais e o valor oferecido para a reforma do espaço, poderão chegar a R$ 14,4 mil e R$ 192 mil, respectivamente, dependendo da metragem ocupada.

As inscrições dos projetos ficarão disponíveis até o dia 26 de junho, e os interessados devem ir à sede da CCPar, na Rua Sacadura Cabral 133, com a documentação exigida. Os projetos serão analisados por uma comissão da SMDEIS, da CCPar e da Secretaria Municipal de Cultura.