Ouça agora

Ao vivo

Rio das Ostras fecha ruas para oferecer mais segurança no Jazz e Blues
Costa do Sol
Rio das Ostras fecha ruas para oferecer mais segurança no Jazz e Blues
Defesa Civil de Macaé divulga comunicado sobre rajadas de vento na região
Norte Fluminense
Defesa Civil de Macaé divulga comunicado sobre rajadas de vento na região
Defesa Civil de Angra presta auxílio ao Rio Grande do Sul
Angra dos Reis
Defesa Civil de Angra presta auxílio ao Rio Grande do Sul
Assistência Social registra quase 3 mil atendimentos no mutirão do CadÚnico
Maricá
Assistência Social registra quase 3 mil atendimentos no mutirão do CadÚnico
Cinema e cultura popular são os destaques da semana no II Festival de Artes de Nova Iguaçu
Nova Iguaçu
Cinema e cultura popular são os destaques da semana no II Festival de Artes de Nova Iguaçu
Polícia Civil faz operação contra venda ilícita de cobre em diversas regiões do RJ
Estado
Polícia Civil faz operação contra venda ilícita de cobre em diversas regiões do RJ
Lojistas cariocas esperam aumento de 4% nas vendas para o 12 de Junho
Rio de Janeiro
Lojistas cariocas esperam aumento de 4% nas vendas para o 12 de Junho

Preço médio do frango assado na cidade do Rio é de R$ 45,23

O levantamento comparou quanto se cobra pela refeição em 190 estabelecimentos de 161 bairros e identificou uma variação de até R$ 53 de região para região.
Foto: Reprodução

O bairro com o preço mais alto para o frango assado, na cidade do Rio, é Bento Ribeiro: R$ 77,99, enquanto Ricardo de Albuquerque e Santa Teresa têm o menor valor: R$ 25. Na média, o custo do frango é R$ 45,23. Os dados fazem parte do Índice Frangão Carioca, elaborado pela Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Fazenda e Planejamento (SMFP) e do Instituto Fundação João Goulart (FJG).

O levantamento comparou quanto se cobra pela refeição em 190 estabelecimentos de 161 bairros e identificou uma variação de até R$ 53 de região para região. Criado no ano passado, o objetivo da pesquisa é entender o consumo no Rio, a partir de uma perspectiva de comprometimento de renda, observando o alimento dominical mais presente na mesa das famílias cariocas: o frango de padaria.

O levantamento também buscou medir qual é o peso da refeição no bolso do consumidor. Um morador do Jacarezinho, por exemplo, compromete 13,39% da sua renda com o alimento, enquanto no Joá, o comprometimento da renda é de apenas 0,57%. A variação dos preços pode impactar até aproximadamente 23 vezes no comprometimento de renda do cidadão, dependendo dos bairros em comparação. Por exemplo, se o morador do Joá fosse comprometer 13,39% de sua renda na compra de um frango assado, como acontece com o morador do Jacarezinho, ele pagaria R$835,00 por um frango de padaria.

Para a pesquisa deste ano, houve mudança na metodologia de coleta de informações e indicadores: “em 2022, o índice foi calculado a partir de uma busca ativa por informações em diversas fontes de dados. Já em 2023, a coleta de dados foi feita por uma única plataforma, alcançando um número maior de estabelecimentos. Outra mudança para este ano foi a opção metodológica de tratar o indicador do índice como um número puro em vez de um percentual, como era no ano passado“, comentou a presidente do Instituto Fundação João Goulart, Rafaela Bastos.

A análise é inspirada no índice Big Mac, que serve como um indicativo de Paridade dos Poderes de Compra, usando como referência o preço do hambúrguer da rede McDonald’s em mais de cem países. Em busca de algo que fosse igualmente simbólico para a população carioca, o Instituto Fundação João Goulart decidiu ter como foco de pesquisa o tradicional frango assado de padaria.

A criação do índice é da equipe do Laboratório de Inteligência Fazendária, da SMFP, o Lab.Faz, que reúne diversos especialistas para entender melhor o Rio, aprimorar a tomada de decisão dos gestores e propor inovações na área de inteligência fazendária. O levantamento completo, com a lista de preços por bairro, pode ser obtido pelo site do Instituto Fundação João Goulart.