Ouça agora

Ao vivo

Procon e Conselho de Veterinária fazem fiscalização e interditam clínicas na zona norte do Rio
Estado
Procon e Conselho de Veterinária fazem fiscalização e interditam clínicas na zona norte do Rio
Governo se reúne com professores e servidores federais em greve para discutir revisão de carreira
Destaque
Governo se reúne com professores e servidores federais em greve para discutir revisão de carreira
Rio das Ostras e Senac RJ oferecem curso gratuito no setor de Gastronomia
Costa do Sol
Rio das Ostras e Senac RJ oferecem curso gratuito no setor de Gastronomia
Workshop de atendimento segue com inscrições abertas
Angra dos Reis
Workshop de atendimento segue com inscrições abertas
Maricá lança ferramenta de segurança nas escolas
Maricá
Maricá lança ferramenta de segurança nas escolas
Nova Iguaçu recebe mais uma edição da Festa de São Jorge
Nova Iguaçu
Nova Iguaçu recebe mais uma edição da Festa de São Jorge
Governador Cláudio Castro nomeia novo secretário de Polícia Militar
Estado
Governador Cláudio Castro nomeia novo secretário de Polícia Militar

Preço de passagem aérea recua 10% no primeiro semestre

A mudança foi notada no mercado de viagens corporativas.
Foto: Reprodução

Com a retomada das viagens pós-pandemia, proporcionando uma alta expressiva, o preço das passagens aéreas recuou no primeiro semestre, na comparação com o mesmo período de 2022, ao menos para o mercado de viagens corporativas. É o que mostra um levantamento realizado pela agência Tour House, que vem monitorando o comportamento de compra de passagens aéreas de mais de 300 empresas desde 2021. Foram analisadas 350 mil transações apenas no período de comparação.

O preço médio pago por uma passagem aérea foi 10% mais barato no primeiro semestre deste ano, do que no mesmo período do nao passado. As empresas pagaram em média R$ 1.200 por um bilhete doméstico, ante R$ 1.333 nos primeiros 6 meses de 2022.

Na comparação mensal, maio registrou a maior queda de preços: 20%, com a tarifa caindo de R$ 1.490 em maio de 2022 para R$ 1.190 em maio passado. Em junho, o preço médio ficou praticamente estável: caiu de R$ 1.270 para R$ 1.250 na comparação anual.

Segundo especialistas, o preço médio da passagem vinha crescendo, R$ 995,80 em 2021 para R$ 1340 no ano passado, um aumento de 34%. Mas a partir de 2023, uma tendência de queda é percebida. Um maior planejamento por parte das empresas, que têm conseguido adquirir as passagens com mais antecedência, contribuiu para a queda no preço pago pelas passagens, podendo reduzir quase 60% o preço de uma passagem. Uma passagem comprada com sete dias de antecedência e que custa R$ 1.940,00 pode ser encontrada por R$ 784,80 se for comprada com 21 dias de antecedência.