Ouça agora

Ao vivo

Governo Federal não aceita negociar com servidores do INSS e greve é mantida
Brasil
Governo Federal não aceita negociar com servidores do INSS e greve é mantida
Primeira pesquisa depois de atentado mostra empate técnico entre Biden e Trump nos EUA
Destaque
Primeira pesquisa depois de atentado mostra empate técnico entre Biden e Trump nos EUA
Irmãos Brazão negam envolvimento com milicianos do Rio de Janeiro
Política
Irmãos Brazão negam envolvimento com milicianos do Rio de Janeiro
Justiça considera que Uber é responsável por itens pedidos em entregas
Destaque
Justiça considera que Uber é responsável por itens pedidos em entregas
Mega-sena acumula novamente e prêmio chega a R$ 47 milhões
Brasil
Mega-sena acumula novamente e prêmio chega a R$ 47 milhões
Servidores do INSS entram em greve a partir dessa terça-feira (16/07)
Brasil
Servidores do INSS entram em greve a partir dessa terça-feira (16/07)
Maricá das Artes realiza dois saraus culturais em julho
Cultura
Maricá das Artes realiza dois saraus culturais em julho

Preço da gasolina vai aumentar nesta quinta-feira (01) com mudança do ICMS

O tributo estadual passará a ser cobrado com uma alíquota fixa de R$ 1,22 por litro a partir desta quinta-feira, o que causará aumento do combustível em alguns estados brasileiros
Foto: Reprodução Internet

A maioria dos estados brasileiros sentirão o bolso pesar nesta quinta-feira (01) na hora de abastecer o veículo. Com a nova sistemática de cobrança do ICMS, o imposto estadual cobrado sobre a gasolina vai aumentar o preço final do combustível. A partir de amanhã o tributo passará a ser cobrado em valores, e não mais em percentual. Os estados acordaram uma alíquota fixa de R$ 1,22 por litro. O valor será válido para todos os estados brasileiros, Apenas em três estados (Alagoas, Amazonas e Piauí) haverá queda.

Para quanto a gasolina irá aumentar em cada estado?

Acre: R$ 1,1854

Amapá: R$ 0,9478

Bahia: R$ 1,1419

Ceará: R$ 1,1534

Distrito Federal: R$ 1,0251

Espírito Santo: R$ 0,9668

Goiás: R$ 0,9328

Maranhão: R$ 1,0961

Minas Gerais: R$ 0,9790

Mato Grosso do Sul: R$ 0,9233

Mato Grosso: R$ 0,9514

Pará: R$ 1,0791

Paraíba: R$ 0,9629

Pernambuco: R$ 0,9643

Paraná: R$ 1,0024

Rio de Janeiro: R$ 1,0129

Rio Grande do Norte: R$ 1,2046

Rondônia: R$ 1,0489

Roraima: R$ 1,0530

Rio Grande do Sul: R$ 0,9298

Santa Catarina: R$ 0,9522

Sergipe: R$ 1,0501

São Paulo: R$ 0,9626

Tocantins: R$ 1,1676

Estados que terão queda no preço do combustível

Alagoas – R$ 1,2553

Amazonas – R$ 1,3306

Piauí – R$ 1,3395

 

O valor das alíquotas fixas foi definido em março deste ano pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz). Em maio, o diesel passou a ter uma cobrança de R$ 0,94 por litro, o mesmo ocorreu com o gás de botijão, cujo valor do ICMS passou a R$ 16,34, provocando o aumento do preço do gás que subiu em 21 das 27 unidades da federação.

A mudança no ICMS da gasolina virá acompanhada de outra alteração. No dia 1º de julho está prevista a volta integral da cobrança de impostos federais (PIS/Cofins e Cide) sobre a gasolina e o etanol, que foi zerada no período eleitoral pelo ex-presidente Jair Bolsonaro e segue sendo mantida até o dia 30 de junho, via medida provisória.