Ouça agora

Ao vivo

Putin faz exigências para “negociar a paz” com a Ucrânia após encontro do G7
Mundo
Putin faz exigências para “negociar a paz” com a Ucrânia após encontro do G7
Justiça considera ilegal greve dos educadores de Macaé
Norte Fluminense
Justiça considera ilegal greve dos educadores de Macaé
Governo do estado cria Observatório do Feminicídio
Estado
Governo do estado cria Observatório do Feminicídio
Polícia Militar expande programas de polícia de proximidade na zona sul
Rio de Janeiro
Polícia Militar expande programas de polícia de proximidade na zona sul
Prédio no Centro Histórico de Petrópolis é destruído por incêndio
Região Serrana
Prédio no Centro Histórico de Petrópolis é destruído por incêndio
Termina hoje prazo para inscrição no Enem
Destaque
Termina hoje prazo para inscrição no Enem
RS receberá caravana do governo para garantir acesso a benefícios
Política
RS receberá caravana do governo para garantir acesso a benefícios

Peru declara emergência de saúde por surto de síndrome de Guillain Barré

O número de mortos pela síndrome subiu para quatro e os casos ultrapassaram 180 entre janeiro e julho, segundo novo balanço do ministério.
O ministro da Saúde do Peru, César Vásquez, acompanha tratamento de paciente com a síndrome de Guillain Barré. Foto: Reprodução

O governo peruano declarou emergência nacional de saúde devido a um surto incomum de casos de síndrome de Guillain Barré. A ação foi tomada após a morte de quatro pessoas pela doença que afeta o sistema nervoso.

“[Foi] declarada Emergência Nacional de Saúde por um período de 90 dias devido ao aumento inusitado de casos da Síndrome de Guillain Barré”, diz um comunicado do Ministério da Saúde.

A emergência abrange as 25 regiões do país. “Houve um aumento significativo nas últimas semanas, o que nos obriga a tomar medidas como Estado para proteger a saúde e a vida da população”, disse o ministro da Saúde, César Vásquez, à imprensa.

O ministro explicou que essa declaração vai permitir a compra de imunoglobulina para o tratamento de pacientes com a doença nos próximos dois anos.

O número de mortos pela síndrome subiu para quatro e os casos ultrapassaram 180 entre janeiro e julho, segundo novo balanço do ministério.

A síndrome de Guillain-Barré é uma condição neurológica rara e grave, em que o sistema imunológico do corpo ataca o sistema nervoso periférico. Isso resulta em uma inflamação dos nervos, que por sua vez leva à fraqueza muscular, formigamento, dormência e, em casos mais graves, paralisia.

Embora a causa exata seja desconhecida, a síndrome de Guillain-Barré muitas vezes está associada a infecções virais anteriores.