Ouça agora

Ao vivo

Prefeitura de Duque de Caxias anuncia canalização do canal dois irmãos
Baixada Fluminense
Prefeitura de Duque de Caxias anuncia canalização do canal dois irmãos
Prefeitura vai levar artesanato de Angra para o Rio Artes
Angra dos Reis
Prefeitura vai levar artesanato de Angra para o Rio Artes
Prefeitura de Nova Iguaçu retoma obras do Viaduto de Comendador Soares
Nova Iguaçu
Prefeitura de Nova Iguaçu retoma obras do Viaduto de Comendador Soares
TRE-RJ amplia horário de atendimento até a data do fechamento do cadastro eleitoral
Estado
TRE-RJ amplia horário de atendimento até a data do fechamento do cadastro eleitoral
Capela São Jorge, em Campos, tem programação religiosa nesta terça
Norte Fluminense
Capela São Jorge, em Campos, tem programação religiosa nesta terça
Lula anuncia ampliação do programa Pé-de-Meia
Política
Lula anuncia ampliação do programa Pé-de-Meia
Valendo vaga para as Olimpíadas de Paris, Campeonato Pan-Americano e Oceania de Judô 2024 começa com apoio do Governo do Estado
Esportes
Valendo vaga para as Olimpíadas de Paris, Campeonato Pan-Americano e Oceania de Judô 2024 começa com apoio do Governo do Estado

Pequenos e médios empreendedores digitais do Estado do Rio movimentaram R$ 100,5 milhões em vendas no primeiro semestre de 2023

Faturamento registrou crescimento de 27% em relação ao mesmo período do ano passado.
Foto: Reprodução

Pequenos e médios empreendedores digitais do Estado do Rio de Janeiro movimentaram R$ 100,5 milhões em vendas on-line no primeiro semestre de 2023.

Um crescimento no faturamento de 27% em comparação com o mesmo período do ano passado. Foram vendidos 1,5 milhão de produtos, valor 25% superior ao do ano passado, que registrou R$ 1,2 milhão em vendas. Os dados são da Nuvemshop, plataforma de e-commerce que realiza estudos sobre o comércio eletrônico no Brasil.

O comércio eletrônico de produtos fluminenses está em constante crescimento, mostrando que o empreendedorismo digital é uma excelente oportunidade, sobretudo para quem deseja empreender no nosso estado. É um setor que tem o potencial de gerar novas oportunidades de emprego e renda, contribuindo para um maior bem-estar social”, comenta o governador Cláudio Castro.

De acordo com o levantamento, os segmentos de Moda (cerca de R$ 36 milhões), Acessórios (aproximadamente R$ 11 milhões) e Joias (R$ 7 milhões) se destacaram no ranking do estado, conquistando a primeira, segunda e terceira posições, respectivamente, entre os setores que mais faturaram nos primeiros seis meses deste ano.

Esta é uma prova da qualidade dos produtos fabricados e do empreendedorismo no estado. É também um grande estímulo aos empreendedores e fornecedores instalados em território fluminense”, destaca o secretário de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços, Vinicius Farah.

O ticket médio (métrica utilizada para determinar o valor médio das vendas) por compra, no primeiro semestre, chegou a R$ 215,20. Além disso, o número de pedidos registrados pelos lojistas on-line passou de 369 mil para 466,5 mil – crescimento superior a 26%.

“O crescimento demonstrado no Rio de Janeiro, em cada levantamento que fazemos, comprova que o comércio eletrônico deve continuar crescendo no estado nos próximos anos”, complementa Guilherme Arantes, especialista em e-commerce da Nuvemshop.

Em todo o Brasil, o faturamento das pequenas e médias empresas, com varejo online, no primeiro semestre do ano, chegou a R$ 1,5 bilhão – um crescimento de 25% em relação a 2022.