Ouça agora

Ao vivo

Putin faz exigências para “negociar a paz” com a Ucrânia após encontro do G7
Mundo
Putin faz exigências para “negociar a paz” com a Ucrânia após encontro do G7
Justiça considera ilegal greve dos educadores de Macaé
Norte Fluminense
Justiça considera ilegal greve dos educadores de Macaé
Governo do estado cria Observatório do Feminicídio
Estado
Governo do estado cria Observatório do Feminicídio
Polícia Militar expande programas de polícia de proximidade na zona sul
Rio de Janeiro
Polícia Militar expande programas de polícia de proximidade na zona sul
Prédio no Centro Histórico de Petrópolis é destruído por incêndio
Região Serrana
Prédio no Centro Histórico de Petrópolis é destruído por incêndio
Termina hoje prazo para inscrição no Enem
Destaque
Termina hoje prazo para inscrição no Enem
RS receberá caravana do governo para garantir acesso a benefícios
Política
RS receberá caravana do governo para garantir acesso a benefícios

Para homenagear a Copa do Mundo Feminina, a “rua das copas” no Rio ganha decoração especial

A Rua Pereira Nunes, em Vila Isabel ganhou um colorido antecipado esse ano
Foto: Fernando /Frazão/Agência Brasil

Com a estreia das jogadoras brasileiras nesta segunda-feira (23), contra o Panamá, a Rua Pereira Nunes, em Vila Isabel, na zona norte do Rio de Janeiro, a “rua das copas”, famosa por suas decorações temáticas para a Copa do Mundo masculina, a cada quatro anos, decidiu homenagear também o futebol feminino.

Com o início da tradição em 1982, em todo ano de Copa do Mundo, a rua recebe milhares de pessoas, mas essa tradição não acontecia para os jogos femininos. Isso mudou este ano, após a Associação de Moradores de Vila Isabel, com apoio da bandeira de cartão de crédito Visa, chamar a artista Andressa Gandra para comemorar o destaque que a seleção feminina avem recebendo ultimamente. Esse ano as repartições públicas também vão ter ponto facultativo na cidade e os jogos serão transmitidos na TV aberta. Uma garnde vitória para o futebol feminino.

“Eu já tinha pintado um grafite em Marechal Hermes [bairro da zona norte do Rio], para a Copa do Mundo masculina, no ano passado”, disse Andressa, que comemora seu primeiro trabalho para homenagear o futebol feminino. “É uma coisa que eu jamais imaginaria que seria possível, e fico muito orgulhosa. Chamei minha irmã para fazer parte disso, para que a gente possa perpetuar para as próximas gerações a importância de valorizar o futebol feminino”, acrescentou.

Feita em um dia, a pintura de 150 metros na Rua Pereira Nunes foi feita com a ajuda da irmã, de 15 anos, com um colega de trabalho e de um morador.

Outros traços da artista pelo Rio 

Andressa também pintou a Rua Clara Nunes, em Madureira, onde fica a quadra da escola de samba Portela. “Os desenhos que eu pintei em Madureira e Vila Isabel foram para representar o futebol feminino, com símbolos que representam o futebol, como a chuteira e a bola, e as flores e lírio dos ventos, que trazem a sensação de estar em constante movimento, a leveza e a delicadeza do sagrado feminino. A natureza representa o feminino também”, ressaltou.

Café da manhã pra comemorar 

Apesar da tradição boêmia do bairro de Vila Isabel, terra da escola de samba homônima e do sambista Martinho da Vila, a comemoração para assistir ao primeiro jogo do Brasil será um café da manhã, já que a partida de começa às 8h. A Associação de Moradores de Vila Isabel, localizada nos arredores da Rua Pereira Nunes, transmitirá o jogo em sua sede, no Boulevard 28 de Setembro, 174.

O diretor da associação, Celso Mendes, conta que a ideia é reunir até 100 mulheres para assistir ao jogo, e promover debates sobre participação feminina no futebol e equidade de gênero.

“Quando a gente fala de seleção brasileira, a gente leva muito a sério. Quando vimos a possibilidade de fazer alguma coisa para o futebol feminino e conseguir homenagear as mulheres, a gente correu atrás. Hoje, independentemente de ser masculino ou feminino, para gente é importante. Se está vestindo a camisa da seleção, é Brasil e a gente vai fazer o melhor trabalho possível”, disse.