Ouça agora

Ao vivo

Putin faz exigências para “negociar a paz” com a Ucrânia após encontro do G7
Mundo
Putin faz exigências para “negociar a paz” com a Ucrânia após encontro do G7
Justiça considera ilegal greve dos educadores de Macaé
Norte Fluminense
Justiça considera ilegal greve dos educadores de Macaé
Governo do estado cria Observatório do Feminicídio
Estado
Governo do estado cria Observatório do Feminicídio
Polícia Militar expande programas de polícia de proximidade na zona sul
Rio de Janeiro
Polícia Militar expande programas de polícia de proximidade na zona sul
Prédio no Centro Histórico de Petrópolis é destruído por incêndio
Região Serrana
Prédio no Centro Histórico de Petrópolis é destruído por incêndio
Termina hoje prazo para inscrição no Enem
Destaque
Termina hoje prazo para inscrição no Enem
RS receberá caravana do governo para garantir acesso a benefícios
Política
RS receberá caravana do governo para garantir acesso a benefícios

Operação Lei Seca no Estado do Rio já evitou 300 mil acidentes de trânsito

Operação Lei Seca completa o 15º aniversário da promulgação da lei que decretou a tolerância zero para a combinação álcool e direção.
Foto: Divulgação/Operação Lei Seca

A Operação Lei Seca completou nesta segunda-feira (19) o 15º aniversário da promulgação da lei que decretou a tolerância zero para a combinação álcool e direção. Foram promovida em diversos pontos do estado, atividades educativas, com o objetivo de conscientizar os motoristas sobre a redução do número de acidentes provocados pela bebida.

No ano de 2022, 34.181 condutores foram flagrados dirigindo bêbados, uma média de 93 motoristas por dia. Desde o começo da operação, o número já alcaçou 281 mil condutores flagrados.

Desde o começo da Operação Lei Seca, a fiscalização já abordou mais de 4 milhões de motoristas. Isso significa que quase sete entre 10 condutores habilitados pelo Detran-RJ já realizaram os testes com o bafômetro.

De acordo com o Secretário de Estado de Governo, Bernardo Rossi, o estado vem avançando no aprimoramento das ações fiscalizatórias.

– Avançamos bem na fiscalização nestes 15 anos. A Lei Seca do Rio é a pioneira na fiscalização e um exemplo no Brasil. E o Governo do Estado está investindo para aprimorar ainda mais o trabalho das equipes nas ruas. Além das ações votantes e das motopatrulhas, este ano deve adquirir um drone com equipado com câmeras com lentes potentes e capazes de auxiliar mostrando rotas de fuga de motoristas nas blitzes, troca de condutores e a condição real do veículo a ser abordado –  declarou.

A Secretaria de Estado de Governo aponta que a fiscalização da Lei Seca tenha evitado 300 mil acidentes de trânsito no Rio de Janeiro e poupado 30 mil vidas com as ações nas estradas ao longo de todos esses anos.

 

Ação educativa em Niterói 

A principal ação realizada nesta segunda-feira foi no terminal de barcas de Niterói, onde os agentes vítimas de acidentes de trânsito, atuam junto à população para conscientizar os motoristas a nunca dirigir depois de beber.

A escolha de Niterói é para ajudar na redução dos índices de alcoolemia. Ao lado do município do Rio, a cidade desponta com um aumento no registro de motoristas flagrados dirigindo sob o efeito do álcool. No levantamento divulgado no começo do ano pela Secretaria de Estado de Governo, Niterói registrou a maior taxa de alcoolemia numa operação: passou dos 50% de motoristas punidos em relação a todos os fiscalizados.