Ouça agora

Ao vivo

Comando de Polícia Rodoviária registra queda no número de acidentes com vítimas fatais durante o feriado de São Jorge
Destaque
Comando de Polícia Rodoviária registra queda no número de acidentes com vítimas fatais durante o feriado de São Jorge
Alerj aprova projeto para ampliar combate ao trabalho análogo à escravidão
Política
Alerj aprova projeto para ampliar combate ao trabalho análogo à escravidão
Prefeitura do Rio promove consulta pública sobre concessão de parques municipais
Rio de Janeiro
Prefeitura do Rio promove consulta pública sobre concessão de parques municipais
Maricá recebe prêmio destaque do artesanato na 16ª Rio Artes
Maricá
Maricá recebe prêmio destaque do artesanato na 16ª Rio Artes
Passagem de carretas interditará descida da serra de Petrópolis na madrugada de 25/04
Estado
Passagem de carretas interditará descida da serra de Petrópolis na madrugada de 25/04
Cidades do Rio podem ganhar “Café do Trabalhador”
Política
Cidades do Rio podem ganhar “Café do Trabalhador”
CBF divulga data e horário dos jogos da terceira fase da Copa do Brasil
Esportes
CBF divulga data e horário dos jogos da terceira fase da Copa do Brasil

ONU diz que o Brasil tem mais de 21 milhões de pessoas que não têm o que comer todos os dias

E 70,3 milhões de pessoas em insegurança alimentar também no Brasil.
Foto: Reprodução

Um relatório publicado nesta quarta-feira (12) pela Organização das Nações Unidas (ONU) mostra que a fome atinge cerca de 21 milhões de pessoas no Brasil. O país também tem aproximadamente 70,3 milhões cidadãos em insegurança alimentar.

Em todo o planeta, a fome atinge cerca de 735 milhões de pessoas, enquanto a insegurança alimentar, 2,3 bilhões.

Desde o último levantamento, 1,5 milhão de brasileiros foram inclusos no cenário da insegurança alimentar.

A insegurança alimentar é dividida em três partes: leve (preocupação com relação à alimentação em um futuro próximo), moderada (redução quantitativa de alimentos) e grave (não comer por falta de dinheiro).

Os dados são do relatório sobre o Estado da Segurança Alimentar e Nutrição no Mundo (SOFI), publicado em conjunto por cinco agências especializadas das Nações Unidas – Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), o Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola (FIDA), o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), a Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Programa Mundial de Alimentos (WFP).