Ouça agora

Ao vivo

Segurança Presente resgata 42 pessoas de um suposto centro de reabilitação clandestino em Nova Iguaçu
Nova Iguaçu
Segurança Presente resgata 42 pessoas de um suposto centro de reabilitação clandestino em Nova Iguaçu
Anuário Brasileiro de Segurança Pública aponta redução das Mortes Violentas Intencionais no RJ
Destaque
Anuário Brasileiro de Segurança Pública aponta redução das Mortes Violentas Intencionais no RJ
Escola Municipal do Idoso está com inscrições abertas até o dia 23/07
Maricá
Escola Municipal do Idoso está com inscrições abertas até o dia 23/07
Colecionadores podem comprar selos em comemoração aos 50 anos da Hello Kitty
Destaque
Colecionadores podem comprar selos em comemoração aos 50 anos da Hello Kitty
Inscrições para o Prouni abrem nesta terça-feira (23)
Brasil
Inscrições para o Prouni abrem nesta terça-feira (23)
Cláudio Castro autoriza construção de três novos batalhões da PM
Destaque
Cláudio Castro autoriza construção de três novos batalhões da PM
G20 inicia semana de encontros econômicos e sociais no Rio
Brasil
G20 inicia semana de encontros econômicos e sociais no Rio

Onda de calor deve atingir o Brasil nos próximos dias

Segundo o Climatempo, altas temperaturas podem vir acompanhadas de chuva forte. No Rio, termômetros devem chegar aos 39 graus

Vai esquentar! E bastante! A semana começou com a interferência de uma onda de calor capaz de subir a temperatura muito além do padrão de agosto em vários Estados de todas as regiões. De acordo com o Climatempo, são esperadas quebras de recordes históricos para o mês, com temperaturas altas que devem durar até sábado (26).

O mês de agosto já vem sendo marcado por calor acima do normal, como em Cuiabá (MT), que registrou temperaturas entre 38°C e 40°C durante todo o período entre 1 e 12 de agosto. A média normal de temperatura máxima para agosto é de 34,7°C, pelo cálculo para o período de 1991 a 2020, segundo o Climatempo.

No Sul, Porto Alegre registrou 33,1°C no dia 17 de agosto, 12°C acima da média normal de temperatura máxima para agosto, que fica em torno de 21°C.

Agora, a diferença é que esse calor deverá ser sentido de forma mais ampla, em várias regiões ao mesmo tempo.

De acordo com Vinicíus Lucyrio, meteorologista do Climatempo, desta vez, as temperaturas podem chegar aos 37°C em Campo Grande (MS) e Goiânia (GO), aos 42°C em Cuiabá (MT), 34°C em Brasília, 34°C em São Paulo e 39°C no Rio de Janeiro.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) complementa e indica que, na maior parte do país, com destaque para as áreas centrais e interior do Nordeste, o tempo seco e a baixa umidade também acompanham o calor.

Rio “quase” 40 graus

O tempo seco e sem chuvas é o destaque na região, principalmente em áreas do oeste de São Paulo, Triângulo Mineiro e norte de Minas Gerais. De acordo com o Inmet, no norte mineiro, podem ser registrados baixos valores de umidade relativa do ar, inferiores a 30%. No Rio, a quinta-feira promete ser o dia mais quente da semana, com máxima prevista de 39 graus. A partir da sexta-feira, a tendência é de uma grande queda de temperatura.

Com relação à chuva, há previsão de precipitações com volumes maiores que 30 milímetros em áreas do Rio de Janeiro, Espírito Santo e leste de Minas Gerais nos primeiros dias da semana.