Ouça agora

Ao vivo

Bono, cachorro pentacampeão mundial de surf dog comemora aniversário no Rio
Destaque
Bono, cachorro pentacampeão mundial de surf dog comemora aniversário no Rio
Cláudio Castro se reúne com presidentes do Senado e da Câmara e defende regras mais duras para o combate ao crime
Destaque
Cláudio Castro se reúne com presidentes do Senado e da Câmara e defende regras mais duras para o combate ao crime
Governo cria sistema para emitir carteira para pessoa com TEA
Destaque
Governo cria sistema para emitir carteira para pessoa com TEA
Cantinas de prisões e hospitais penitenciários deixam de funcionar
Destaque
Cantinas de prisões e hospitais penitenciários deixam de funcionar
Estudantes de Maricá conquistam medalhas nos Jogos Escolares do Rio de Janeiro
Maricá
Estudantes de Maricá conquistam medalhas nos Jogos Escolares do Rio de Janeiro
Luiz Gonzaga será homenageado em Arraiá de Duque de Caxias
Destaque
Luiz Gonzaga será homenageado em Arraiá de Duque de Caxias
Coletivo Vista Minha Pele faz ação em Rio das Ostras
Costa do Sol
Coletivo Vista Minha Pele faz ação em Rio das Ostras

Obras do Jardim de Alah têm consórcio definido pela Prefeitura nesta segunda-feira

Veja as obras do projeto do espaço, que está localizado na Zona Sul do Rio
Imagem: Reprodução

Nesta segunda-feira, a prefeitura anunciou através de um comunicado oficial publicado no Diário Oficial do Município que o Consórcio Rio + Verde saiu vitorioso na licitação para a restauração e administração do Jardim de Alah pelos próximos 35 anos. O espaço verde está localizado na divisa dos cobiçados bairros de Ipanema e do Leblon, e tem um investimento previsto de R$ 112,6 milhões para essa empreitada. O projeto contempla a criação de um estacionamento subterrâneo, bem como quiosques que formarão zonas comerciais no parque, além de pontes que ampliarão a acessibilidade nas áreas ao redor do canal.

Após a homologação, o próximo passo será a assinatura do contrato com a concessionária. Então, entrará em vigor a fase de obtenção de alvarás e outras licenças essenciais, incluindo aquelas relacionadas ao meio ambiente, patrimônio e urbanismo. Tudo isso é necessário para viabilizar o início das obras. Como explica Jorge Arraes, Secretário Municipal de Coordenação Governamental: “Após a homologação e a contratação, eles estarão autorizados a dar andamento ao projeto”.

A decisão foi confirmada após a Comissão de Licitação rejeitar um recurso apresentado pela empresa Duchamp Administrações de Centros Comerciais, conforme divulgado no mesmo Diário Oficial desta segunda-feira.

Veja as fotos do projeto:

Imagem: Divulgação

 

 

Imagem: Divulgação