Ouça agora

Ao vivo

Comando de Polícia Rodoviária registra queda no número de acidentes com vítimas fatais durante o feriado de São Jorge
Destaque
Comando de Polícia Rodoviária registra queda no número de acidentes com vítimas fatais durante o feriado de São Jorge
Alerj aprova projeto para ampliar combate ao trabalho análogo à escravidão
Política
Alerj aprova projeto para ampliar combate ao trabalho análogo à escravidão
Prefeitura do Rio promove consulta pública sobre concessão de parques municipais
Rio de Janeiro
Prefeitura do Rio promove consulta pública sobre concessão de parques municipais
Maricá recebe prêmio destaque do artesanato na 16ª Rio Artes
Maricá
Maricá recebe prêmio destaque do artesanato na 16ª Rio Artes
Passagem de carretas interditará descida da serra de Petrópolis na madrugada de 25/04
Estado
Passagem de carretas interditará descida da serra de Petrópolis na madrugada de 25/04
Cidades do Rio podem ganhar “Café do Trabalhador”
Política
Cidades do Rio podem ganhar “Café do Trabalhador”
CBF divulga data e horário dos jogos da terceira fase da Copa do Brasil
Esportes
CBF divulga data e horário dos jogos da terceira fase da Copa do Brasil

O prazo para declaração do Imposto de Renda acaba nesta quarta-feira (31)

Entrega da documentação incompleta pode levar ao pagamento de uma penalização mínima de R$ 165,74, podendo chegar ao teto de 20% do imposto devido somado aos juros
Foto: Reprodução Internet

O prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda de 2023 acaba nesta quarta-feira (31). De acordo com a Receita Federal, até o início da manhã de segunda-feira (29), mais de 33,2 milhões de declarações haviam sido entregues. A expectativa é que até o dia 31 de maio, 39,5 milhões sejam entregues.

A não entrega da declaração dentro do prazo está sujeito ao pagamento de multa, o valor mínimo está em R$ 165,74 (apenas para quem estava “obrigado a declarar”, mesmo sem imposto a pagar) e de 1% ao mês ou fração de atraso, calculado sobre o valor do imposto devido na declaração, ainda que integralmente pago, até um teto de 20%. Além disso, o CPF apontado como irregular pelo Fisco, com irregularidade, a pessoa pode ficar impossibilitada de ter liberação de empréstimos, tirar passaportes, obter certidão negativa para venda ou aluguel de imóvel e até prestar concurso público até a regularização da situação.

 

Quem precisa declarar?

• Quem recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2022. O valor é o mesmo da declaração do ano passado

• Quem obteve ganho de mais de R$ 40 mil isentos, não tributáveis ou tributados na fonte no ano (como indenização trabalhista ou rendimento de poupança)

• Ganho de capital na venda de bens ou direitos (casa, por exemplo), sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações na Bolsa ou no mercado de capitais cuja soma foi superior a R$ 40 mil ou com apuração de ganhos líquidos sujeitas à incidência do imposto em 2022

• Recebimento de mais de R$ 142.798,50 em atividade rural (agricultura, por exemplo) ou tem prejuízo rural a ser compensado no ano-calendário de 2022 ou nos próximos anos

• Quem era dono de bens, inclusive terras, no valor de mais de R$ 300 mil

• Quem passou a morar no Brasil em qualquer mês de 2022 e ficou no país na condição de residente até 31 de dezembro

O preenchimento e a entrega da declaração do IR podem ser feitos por meio do Programa Gerador da Declaração relativo ao exercício de 2023, que está disponível para download no site da Receita Federal; por meio do serviço online “Meu Imposto de Renda”, pelo Portal e-CAC ou pelo aplicativo.