Ouça agora

Ao vivo

Dia Mundial sem Tabaco é lembrado em Macaé
Norte Fluminense
Dia Mundial sem Tabaco é lembrado em Macaé
Maratona do Rio 2024 começa nesta quinta-feira com recorde de inscritos
Rio de Janeiro
Maratona do Rio 2024 começa nesta quinta-feira com recorde de inscritos
Prefeitura de Maricá divulga programação de Corpus Christi
Maricá
Prefeitura de Maricá divulga programação de Corpus Christi
Paraty e Angra dos Reis recebem lançamento de livro sobre a Costa Verde
Angra dos Reis
Paraty e Angra dos Reis recebem lançamento de livro sobre a Costa Verde
Prazo para adesão ao Desenrola Fies é prorrogado até 31 de agosto
Destaque
Prazo para adesão ao Desenrola Fies é prorrogado até 31 de agosto
Estudantes de Caxias ganham nova escola municipal bilíngue
Baixada Fluminense
Estudantes de Caxias ganham nova escola municipal bilíngue
Ocupação hoteleira na Região dos Lagos deve ultrapassar os 75% durante o feriadão de Corpus Christi
Costa do Sol
Ocupação hoteleira na Região dos Lagos deve ultrapassar os 75% durante o feriadão de Corpus Christi

Número de tiroteios cai, mas mortes por armas de fogo aumentam 45% no Rio em junho

De acordo com o Instituto Fogo Cruzado, o mês de junho teve queda em alguns indicadores em comparação ao mês de maio

Dados do Instituto Fogo Cruzado apontam que a região metropolitana do Rio de Janeiro teve 291 tiroteios no mês de junho. O número aponta queda de 13% em relação ao mesmo período de 2022, quando foram registrados 336 tiroteios na região.

Dos 291 tiroteios registrados, 32% ocorreram durante ações e operações policiais. Ao todo, 160 pessoas foram baleadas na região metropolitana da cidade ao longo de mês. A maior parte delas, 94, morreram. As demais 66 ficaram feridas.

Apesar da queda no indicador que calcula os tiroteios na região, o órgão aponta aumento de 45% entre os mortos e 3% entre os feridos, em comparação ao mês de junho de 2022. No ano passado, 129 pessoas foram baleadas — sendo 65 mortas e 64 feridas.

: os tiroteios tiveram redução de 6%. As mortes caíram 915 e o número de feridos reduziu 18% em relação a maio.

A data com maior impacto da violência armada foi 9 de junho, quando foram registrados 18 tiroteios na região metropolitana do Rio de Janeiro. Além disso, o maior número de mortos foi registrado nos dias 2 e 24 de junho, ambos com oito vítimas.

Abaixo, a lista dos municípios mais impactados pela violência armada no Rio de Janeiro, em junho de 2023:

Rio de Janeiro: 208 tiroteios, 63 mortos e 35 feridos;

Duque de Caxias: 15 tiroteios, sete mortos e cinco feridos;

Belford Roxo: 11 tiroteios, seis mortos e dois feridos;

São Gonçalo: 11 tiroteios, dois mortos e sete feridos;

Nova Iguaçu: 11 tiroteios, um morto e quatro feridos.