Ouça agora

Ao vivo

Segurança Presente resgata 42 pessoas de um suposto centro de reabilitação clandestino em Nova Iguaçu
Nova Iguaçu
Segurança Presente resgata 42 pessoas de um suposto centro de reabilitação clandestino em Nova Iguaçu
Anuário Brasileiro de Segurança Pública aponta redução das Mortes Violentas Intencionais no RJ
Destaque
Anuário Brasileiro de Segurança Pública aponta redução das Mortes Violentas Intencionais no RJ
Escola Municipal do Idoso está com inscrições abertas até o dia 23/07
Maricá
Escola Municipal do Idoso está com inscrições abertas até o dia 23/07
Colecionadores podem comprar selos em comemoração aos 50 anos da Hello Kitty
Destaque
Colecionadores podem comprar selos em comemoração aos 50 anos da Hello Kitty
Inscrições para o Prouni abrem nesta terça-feira (23)
Brasil
Inscrições para o Prouni abrem nesta terça-feira (23)
Cláudio Castro autoriza construção de três novos batalhões da PM
Destaque
Cláudio Castro autoriza construção de três novos batalhões da PM
G20 inicia semana de encontros econômicos e sociais no Rio
Brasil
G20 inicia semana de encontros econômicos e sociais no Rio

Novos equipamentos culturais em comunidades são propostas pelo Ministério da Cultura

Margareth Menezes, ministra da cultura, destaca que o objetivo é reduzir as desigualdades no país
Imagem: Reprodução

Na noite da última segunda-feira (14), a Ministra da Cultura, Margareth Menezes, expressou em Vitória (ES) que uma das principais prioridades de sua pasta é promover a descentralização do apoio ao setor cultural.

“Estamos atualmente enfocando com determinação a função de descentralização, a distribuição mais equitativa do apoio, pois há um histórico de concentração significativa. Não vamos negligenciar o apoio onde já existe, mas buscamos também criar oportunidades para todos os estados e regiões do Brasil, garantindo que todos tenham acesso”, declarou Margareth Menezes.

A ministra participou do lançamento do calendário da Conferência Estadual de Cultura do Espírito Santo na Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) na noite anterior.

Mais cedo, no Encontro Nacional de Gestores da Cultura, também realizado na Ufes, Margareth Menezes destacou que serão construídos novos equipamentos culturais em comunidades carentes por todo o país. Isso será feito através do novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

“Não basta apenas fornecer apoio financeiro. É necessário disponibilizar equipamentos culturais às cidades. Queremos atingir as favelas e pequenas cidades. Teremos os CEUS (Centros de Artes e de Esportes Unificados) da Cultura, além de unidades ambulantes como carros e barcos levando cultura a todos os cantos do Brasil.”

Margareth Menezes destacou que o objetivo é reduzir as desigualdades no país. “A arte deve contribuir para questões centrais que impulsionem o progresso do Brasil. Parte desse progresso envolve superar um histórico cruel de desigualdade que perdura há séculos. Os eventos culturais não devem perpetuar essa disparidade”, enfatizou.

O Primeiro Encontro Nacional de Gestores de Cultura reuniu centenas de gestores municipais e estaduais de cultura de todo o país em Vitória para discutir políticas públicas para o setor. No primeiro dia do evento, a descentralização e democratização do acesso à cultura foram temas centrais em discussão.