Ouça agora

Ao vivo

Rio das Ostras fecha ruas para oferecer mais segurança no Jazz e Blues
Costa do Sol
Rio das Ostras fecha ruas para oferecer mais segurança no Jazz e Blues
Defesa Civil de Macaé divulga comunicado sobre rajadas de vento na região
Norte Fluminense
Defesa Civil de Macaé divulga comunicado sobre rajadas de vento na região
Defesa Civil de Angra presta auxílio ao Rio Grande do Sul
Angra dos Reis
Defesa Civil de Angra presta auxílio ao Rio Grande do Sul
Assistência Social registra quase 3 mil atendimentos no mutirão do CadÚnico
Maricá
Assistência Social registra quase 3 mil atendimentos no mutirão do CadÚnico
Cinema e cultura popular são os destaques da semana no II Festival de Artes de Nova Iguaçu
Nova Iguaçu
Cinema e cultura popular são os destaques da semana no II Festival de Artes de Nova Iguaçu
Polícia Civil faz operação contra venda ilícita de cobre em diversas regiões do RJ
Estado
Polícia Civil faz operação contra venda ilícita de cobre em diversas regiões do RJ
Lojistas cariocas esperam aumento de 4% nas vendas para o 12 de Junho
Rio de Janeiro
Lojistas cariocas esperam aumento de 4% nas vendas para o 12 de Junho

Novo Canecão terá até 3 mil lugares e reabertura será em 2025

O prédio atual do Canecão será completamente demolido e o espaço será totalmente reformulado, ganhando uma área pública de convivência, além de um espaço para circulação de veículos.
Novo projeto do Canecão terá investimento de quase R$ 138 milhões — Foto: Divulgação

A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e o consórcio Bônus-Klefer, formado pelas empresas Bônus Track Entretenimento e Klefer Produções e Promoções, assinaram o contrato de concessão do Canecão nesta quarta-feira (7).

O consórcio vencedor do leilão que ocorreu em fevereiro desse ano ofereceu R$ 4,35 milhões e ganhou o direito de usar o espaço que pertence a UFRJ por 30 anos.

A tradicional casa de shows localizada em Botafogo, na Zona Sul do Rio, estava fechada desde 2010. A previsão de reabertura do espaço cultural é para 2025.

De acordo com o contrato de concessão, os novos gestores terão que cumprir uma série de contrapartidas para a UFRJ, como a construção de um restaurante universitário e dois prédios acadêmicos no campus Praia Vermelha.

As empresas que vão gerir o Canecão vão demolir o prédio antigo e construir novas estruturas, incluindo um espaço cultural multiuso – que equivaleria ao antigo Canecão —, e uma área chamada Espaço Ziraldo.

Além disso, a UFRJ poderá usar o espaço multiuso por 50 dias por ano e o Espaço Ziraldo por 270 dias.

Ao todo, os investimentos ultrapassam os R$ 137,7 milhões — R$ 53,7 milhões nas instalações acadêmicas e R$ 84 milhões na parte cultural.

Um dos responsáveis pelo consórcio que venceu a concorrência, o empresário Luiz Óscar Niemeyer afirmou que a obra vai levar até 2 anos e meio.

O representante do consórcio confirmou que o prédio atual do Canecão será completamente demolido e o espaço ao lado do Shopping Rio Sul será totalmente reformulado, ganhando uma área pública de convivência, além de um espaço para circulação de veículos.

Até 3 mil lugares para shows

 

A área total com intervenções tem 15 mil metros quadrados entre as imediações do Shopping Rio Sul e o novo espaço multiuso (próximo ao campo de futebol). A ideia é que esse espaço vire uma nova área pública de lazer.

O projeto conceitual prevê que o novo Canecão terá pelo menos 3 mil lugares no módulo “show”, com público em pé, ou 1,5 mil lugares sentados.

O uso do nome Canecão não é obrigatório, já que o espaço pode ser batizado com a marca de um patrocinador. O período total de concessão é de 30 anos e o valor mínimo de outorga é de R$ 625 mil.

O Canecão foi uma das principais casas de shows do país e fechou as portas em 2010 após uma longa disputa judicial.