Ouça agora

Ao vivo

Dia Mundial sem Tabaco é lembrado em Macaé
Norte Fluminense
Dia Mundial sem Tabaco é lembrado em Macaé
Maratona do Rio 2024 começa nesta quinta-feira com recorde de inscritos
Rio de Janeiro
Maratona do Rio 2024 começa nesta quinta-feira com recorde de inscritos
Prefeitura de Maricá divulga programação de Corpus Christi
Maricá
Prefeitura de Maricá divulga programação de Corpus Christi
Paraty e Angra dos Reis recebem lançamento de livro sobre a Costa Verde
Angra dos Reis
Paraty e Angra dos Reis recebem lançamento de livro sobre a Costa Verde
Prazo para adesão ao Desenrola Fies é prorrogado até 31 de agosto
Destaque
Prazo para adesão ao Desenrola Fies é prorrogado até 31 de agosto
Estudantes de Caxias ganham nova escola municipal bilíngue
Baixada Fluminense
Estudantes de Caxias ganham nova escola municipal bilíngue
Ocupação hoteleira na Região dos Lagos deve ultrapassar os 75% durante o feriadão de Corpus Christi
Costa do Sol
Ocupação hoteleira na Região dos Lagos deve ultrapassar os 75% durante o feriadão de Corpus Christi

Nova Iguaçu inicia escavação no Parque Histórico e Arqueológico de Iguassú Velha

A equipe responsável pelas escavações esperam encontrar objetos arqueológicos indígenas, que ocuparam a Baixada Fluminense há aproximadamente 10 mil anos
Foto: Divulgação/Prefeitura de Nova Iguaçu

A Prefeitura de Nova Iguaçu, que recentemente criou a Superintendência de Pesquisas Arqueológicas com o objetivo de descobrir, pesquisar e preservar relíquias encontradas no município, deu início a escavação na área da Câmara e Cadeia da antiga Vila de Iguassú, que pertence ao Parque Histórico e Arqueológico de Iguassú Velha. Em dois dias de trabalho já foram encontrados fragmentos de louças, garrafas, metais, vidros e cerâmicas. Todo o material será levado para um laboratório montado na antiga estação ferroviária de Tinguá, também restaurada pela prefeitura, para ser higienizado e analisado, identificando a origem e época dele.

A superintendência, comandada por Diogo Borges, mestre em arqueologia pelo Museu Nacional, iniciou a escavação após autorização dada em abril pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). No Parque Histórico e Arqueológico de Iguassú Velha, na região de Tinguá, há a expectativa de encontrar objetos arqueológicos indígenas, que ocuparam a Baixada Fluminense há aproximadamente 10 mil anos.

– Estamos no início da etapa da pesquisa arqueológica no parque. A escavação acontece num terreno de 120 metros quadrados, que está dividido em quadrados de dois metros quadrados para os trabalhos de pesquisa. Escavamos 10 centímetros de cada vez e já estamos em 40 centímetros escavados. Usamos ferramentas manuais, como enxada, colher de pedreiro, pá e alavanca. Depois, esse material passa por um processo de refinamento em uma peneira para ser separado – afirmou Diogo Borges.

 

Assim que a escavação for concluída na área da Câmara e Cadeia da antiga Vila de Iguassú, ela será iniciada em outros pontos, como o Porto da Praça do Comércio de Iguassú, Torre Sineira da antiga Igreja Matriz, cemitério de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos e outros portos existentes no antigo leito do rio Iguaçu, que foi retificado no início do século XX.