Ouça agora

Ao vivo

Comando de Polícia Rodoviária registra queda no número de acidentes com vítimas fatais durante o feriado de São Jorge
Destaque
Comando de Polícia Rodoviária registra queda no número de acidentes com vítimas fatais durante o feriado de São Jorge
Alerj aprova projeto para ampliar combate ao trabalho análogo à escravidão
Política
Alerj aprova projeto para ampliar combate ao trabalho análogo à escravidão
Prefeitura do Rio promove consulta pública sobre concessão de parques municipais
Rio de Janeiro
Prefeitura do Rio promove consulta pública sobre concessão de parques municipais
Maricá recebe prêmio destaque do artesanato na 16ª Rio Artes
Maricá
Maricá recebe prêmio destaque do artesanato na 16ª Rio Artes
Passagem de carretas interditará descida da serra de Petrópolis na madrugada de 25/04
Estado
Passagem de carretas interditará descida da serra de Petrópolis na madrugada de 25/04
Cidades do Rio podem ganhar “Café do Trabalhador”
Política
Cidades do Rio podem ganhar “Café do Trabalhador”
CBF divulga data e horário dos jogos da terceira fase da Copa do Brasil
Esportes
CBF divulga data e horário dos jogos da terceira fase da Copa do Brasil

Ninguém segura o líder! Fogão vence o Palmeiras com atuação brilhante de Tiquinho

Glorioso ampliou sua vantagem na liderança do Brasileirão ao superar o Verdão com gol do camisa 9
Foto: Marcos Ribolli)

O Botafogo é cada vez mais líder do Campeonato Brasileiro e graças a Tiquinho Soares. Artilheiro da competição, o atacante botafoguense marcou o gol da vitória por 1 a 0 do Glorioso sobre o Palmeiras, na tarde deste domingo (25), em pleno Allianz Parque. Agora, ele tem 10 gols na competição nacional.

O encontro ampliou para sete pontos a vantagem do Glorioso na liderança do Brasileirão. O Verdão, que era o vice-líder, perdeu uma posição, foi ultrapassado pelo Grêmio e agora está a oito pontos da ponta da tabela.

As duas equipes têm compromissos internacionais no meio de semana. Enquanto os palmeirenses recebem o Bolívar, da Bolívia, pela Libertadores, na quinta-feira (29), para decidir a liderança do C da Libertadores, os botafoguenses, também em casa, enfrentam o Magallanes, do Chile, para assegurar a primeira colocação do grupo C da Copa Sul-Americana.

O Palmeiras teve mais posse de bola, chances criadas e oportunidades de ir para o intervalo em vantagem. Mas não tem Tiquinho Soares. Em uma das poucas chances do Botafogo no primeiro tempo, o artilheiro do Brasileirão aproveitou sobra na entrada da área, limpou Zé Rafael e soltou a bomba de perna esquerda para abrir o placar, aos 27 minutos. O Verdão teve a chance de pelo menos empatar, mas o gol marcado por Gustavo Gómez foi anulado por impedimento pelo árbitro de vídeo.

Em uma etapa de maior equilíbrio, o Botafogo conseguiu igualar as forças com o Palmeiras. No entanto, ficou mais perto de sofrer o empate. Mais efetivo no ataque, o Verdão chegou mais na área e teve a melhor chance aos 36 minutos, mas Raphael Veiga chutou para fora a cobrança de pênalti. Na base do contra-ataque, o Fogão quase ampliou com boas chegadas de Victor Sá e Luís Henrique, mas faltou capricho na finalização de ambos. Nos minutos finais, apesar da pressão palmeirense, o Botafogo conseguiu prender a bola no ataque, acalmar os ânimos e vencer mais uma no Brasileirão.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 0 X 1 BOTAFOGO
CAMPEONATO BRASILEIRO – 12ª RODADA

Local: Allianz Parque, São Paulo (SP)
Data e hora: 25 de junho de 2023, às 20h (horário de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (FIFA/RS)
Assistentes: Rafael da Silva (FIFA/RS) e Kleber Lucio Gil (SC)
VAR: Rafael Traci (VAR-FIFA/SC)
Público e renda: 38.877 pessoas / R$ 4.160.197,59
Cartões amarelos: Abel Ferreira (Palmeiras); Tchê Tchê e Danilo Barbosa, Matheus Nascimento (Botafogo)
Cartões vermelhos: –

GOL: 0-1 Tiquinho Soares (27’/1T)

PALMEIRAS
Weverton; Mayke (Endrick, 43’/2T), Gustavo Gómez, Luan e Piquerez; Zé Rafael, Richard Ríos (Flaco López, 11’/2T) e Raphel Veiga (Jhon Jhon, 43’/2T); Artur (Bruno Tabata, 26’/2T), Rony e Dudu (Luís Guilherme, 26’/2T). Técnico: Abel Ferreira.
BOTAFOGO
Lucas Perri; Rafael (Di Plácido, 28’/2T), Adryelson, Victor Cuesta e Hugo; Marlon Freitas, Tchê Tchê (Danilo Barbosa, intervalo) e Eduardo; Junior Santos (Matías Segovia, intervalo), Tiquinho Soares (Matheus Nascimento, 38’/2T) e Victor Sá (Luis Henrique, 20’/2T). Técnico: Luis Castro.