Ouça agora

Ao vivo

Lojistas cariocas esperam aumento de 4% nas vendas para o 12 de Junho
Rio de Janeiro
Lojistas cariocas esperam aumento de 4% nas vendas para o 12 de Junho
Papa emite um raro pedido de desculpas por suposto uso de palavra homofóbica em italiano
Mundo
Papa emite um raro pedido de desculpas por suposto uso de palavra homofóbica em italiano
Brasil recupera desempenho de alfabetização do período pré-pandêmico
Brasil
Brasil recupera desempenho de alfabetização do período pré-pandêmico
Número de jovens que não estudam nem trabalham cresce para 5,4 milhões
Destaque
Número de jovens que não estudam nem trabalham cresce para 5,4 milhões
Assistência Social de Belford Roxo abre inscrições para acolhimento familiar de crianças e adolescentes
Baixada Fluminense
Assistência Social de Belford Roxo abre inscrições para acolhimento familiar de crianças e adolescentes
Estado anuncia a criação de projeto piloto de prevenção de tragédias climáticas em nove cidades
Estado
Estado anuncia a criação de projeto piloto de prevenção de tragédias climáticas em nove cidades
Espanha, Irlanda e Noruega reconhecem o Estado da Palestina
Mundo
Espanha, Irlanda e Noruega reconhecem o Estado da Palestina

Negociações do Flamengo viram novela, e Sampaoli mostra perfil exigente com reforços

Clube é cauteloso no mercado, e treinador repete cobrança pública de trabalhos anteriores

Jorge Sampaoli mostrou pela primeira vez no Flamengo, no último domingo, o perfil exigente por reforços de forma pública. A cobrança externa por uma reposição para Arturo Vidal, negociado com o Athletico-PR, expôs a franqueza que marcou o argentino por quase toda a carreira, no futebol brasileiro e também na Europa.

– A necessidade é de repor a saída de Vidal. É uma necessidade que o time tem e estamos buscamos alternativas nessa posição de volante misto. Um time para lutar coisas importantes em um ano difícil, de transição, tem que ter a possibilidade de ter um jogador que resolva, por si só, determinadas coisas no campo – disse o técnico após o empate com o Fluminense.

A declaração teve resposta do diretor de futebol Bruno Spindel no dia seguinte, na segunda-feira. O dirigente defendeu a qualidade do elenco e pontuou os esforços que o clube faz no mercado. Ao contrário de trabalhos anteriores, Sampaoli encontrou no Fla um clube que não está disposto a mudar radicalmente o elenco na primeira janela de transferências.

Diante de um elenco estrelado e multicampeão, a diretoria rubro-negra não viu necessidade de volume grande de contratações. Antes de a janela abrir, o vice-presidente de futebol Marcos Braz falou em buscar quatro nomes. Três chegaram, e o clube está atrás de pelo menos mais um meia. Claudinho, do Zenit, e De La Cruz, do River Plate, são os alvos conhecidos.

As negociações com os dois são difíceis e caminham a passos lentos. O Fla já fez propostas oficiais e tem semanas pela frente até o fim da janela, o que faz a palavra “paciência” ser repetida como mantra internamente.
Desde a chegada do argentino, o clube anunciou a chegada de três reforços: Rossi, Allan e Luiz Araújo. O investimento em direitos econômicos é considerável: mais de 17 milhões de euros (R$ 92 milhões). Só que a quantidade é bem diferente em comparação com trabalhos anteriores

Antes do Flamengo, Sampaoli passou por Santos e Atlético-MG no futebol brasileiro, e em ambos os clubes o treinador teve mais de 10 contratações. No Galo, o gasto foi de nada menos que R$ 149 milhões. O técnico mostrou um perfil exigente para fazer mudanças e buscar peças que potencializassem o estilo de jogo da equipe.

Na Europa, o volume foi maior, mas o investimento também foi considerável. Principalmente no Olympique de Marselha, da França, que gastou mais de 50 milhões de euros. Para o público brasileiro, a contratação de maior impacto foi Gerson, que saiu do Flamengo para jogar com o argentino.

No Sevilla, a passagem também foi marcada por muitos pedidos. Um deles, inclusive, foi Gabigol, mas o período curto à frente da equipe, de apenas cinco meses, não foi de exigências atendidas pela diretoria espanhola.