Ouça agora

Ao vivo

Prefeitura de Duque de Caxias anuncia canalização do canal dois irmãos
Baixada Fluminense
Prefeitura de Duque de Caxias anuncia canalização do canal dois irmãos
Prefeitura vai levar artesanato de Angra para o Rio Artes
Angra dos Reis
Prefeitura vai levar artesanato de Angra para o Rio Artes
Prefeitura de Nova Iguaçu retoma obras do Viaduto de Comendador Soares
Nova Iguaçu
Prefeitura de Nova Iguaçu retoma obras do Viaduto de Comendador Soares
TRE-RJ amplia horário de atendimento até a data do fechamento do cadastro eleitoral
Estado
TRE-RJ amplia horário de atendimento até a data do fechamento do cadastro eleitoral
Capela São Jorge, em Campos, tem programação religiosa nesta terça
Norte Fluminense
Capela São Jorge, em Campos, tem programação religiosa nesta terça
Lula anuncia ampliação do programa Pé-de-Meia
Política
Lula anuncia ampliação do programa Pé-de-Meia
Valendo vaga para as Olimpíadas de Paris, Campeonato Pan-Americano e Oceania de Judô 2024 começa com apoio do Governo do Estado
Esportes
Valendo vaga para as Olimpíadas de Paris, Campeonato Pan-Americano e Oceania de Judô 2024 começa com apoio do Governo do Estado

Museu do Sal em São Pedro da Aldeia recebe mais de mil visitantes em junho

O espaço foi inaugurado no dia 30 de maio e funciona de quinta a domingo, incluindo feriados, das 10h às 18h.
Foto: Reprodução

O Museu Regional do Sal Manoel Maria Mattos, em São Pedro da Aldeia, completou um mês de funcionamento no último dia 30 e já atraiu diversas pessoas à sua visitação. O espaço, que foi inaugurado em 30 de maio às margens da Rodovia Amaral Peixoto (RJ-106), registrou cerca de 1.050 visitas entre aldeenses, moradores de outros municípios do estado do Rio de Janeiro, turistas de outros estados e até mesmo de outros países.

O espaço conta com uma sala de vídeo, uma área de exibição de imagens da história universal do sal, uma sala de exposições diversas e o salão principal. Durante as visitações, o museu apresenta um acervo permanente de fotografias e quadros que retratam o auge da época salineira, bem como instrumentos e peças utilizados nas salinas, além das exposições “Wolney e o Sal” e “Festa do Sal”, que ficam em cartaz até o dia 31 de julho.

A secretária de Turismo, Cláudia Tinoco, falou sobre o sucesso do novo atrativo aldeense.

“Nesse primeiro mês já registramos a presença de mais de mil pessoas e temos certeza que o espaço é demasiadamente interessante, de uma riqueza inimaginável e com um potencial imenso de atração de turistas para o município. Atualmente, estamos trabalhando na expansão e patrimonialização de nosso acervo, seguindo as normas vigentes no país relacionadas a museus, adquirindo equipamentos audiovisuais para tornar a visita auto explicativa, bem como planejando atividades que movimentem o espaço”, destacou.

O diretor do Museu Regional do Sal, Alexandre Martins de Azevedo, também comentou o impacto positivo do espaço na cidade. “Temos percebido a emoção daqueles que, ao visitarem o museu, relembram as salinas e a sua história, e também dos mais jovens, que se impressionam com os diversos fatos que ligam o sal com o homem ao longo dos séculos. Isso afirma o grande acerto do Governo Municipal e da Secretaria de Turismo em valorizar a cultura aldeense”, finalizou.

O Museu Regional do Sal Manoel Maria de Mattos está localizado na Rodovia Amaral Peixoto, na altura do bairro Flexeira, e funciona de quinta a domingo, incluindo feriados, das 10h às 18h. As visitas mediadas acontecem às quintas e sextas-feiras, às 11h e às 15h, e aos sábados e domingos, às 15h. É necessário agendamento para visitação em grupo.