Ouça agora

Ao vivo

Dia Mundial sem Tabaco é lembrado em Macaé
Norte Fluminense
Dia Mundial sem Tabaco é lembrado em Macaé
Maratona do Rio 2024 começa nesta quinta-feira com recorde de inscritos
Rio de Janeiro
Maratona do Rio 2024 começa nesta quinta-feira com recorde de inscritos
Prefeitura de Maricá divulga programação de Corpus Christi
Maricá
Prefeitura de Maricá divulga programação de Corpus Christi
Paraty e Angra dos Reis recebem lançamento de livro sobre a Costa Verde
Angra dos Reis
Paraty e Angra dos Reis recebem lançamento de livro sobre a Costa Verde
Prazo para adesão ao Desenrola Fies é prorrogado até 31 de agosto
Destaque
Prazo para adesão ao Desenrola Fies é prorrogado até 31 de agosto
Estudantes de Caxias ganham nova escola municipal bilíngue
Baixada Fluminense
Estudantes de Caxias ganham nova escola municipal bilíngue
Ocupação hoteleira na Região dos Lagos deve ultrapassar os 75% durante o feriadão de Corpus Christi
Costa do Sol
Ocupação hoteleira na Região dos Lagos deve ultrapassar os 75% durante o feriadão de Corpus Christi

MPRJ pede liminar à Justiça para que o município de Levy Gasparian não use recursos de royalties de petróleo em evento evento

O pedido do MPRJ é para apurar possíveis irregularidades nos pagamentos de shows artísticos contratados pelo Município de Comendador Levy Gasparian para o evento Ecolevy 2023.
Foto: Reprodução

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio da 1ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva do Núcleo Três Rios ajuizou, na última segunda-feira (10), Tutela de Urgência Cautelar Antecedente para que o Município de Comendador Levy Gasparian se abstenha imediatamente de utilizar qualquer parcela de verbas relacionadas aos repasses de royalties de exploração de petróleo para o evento Ecolevy 2023. A tutela de urgência cautelar antecedente é utilizada antes do pedido principal para conservação do direito.

O pedido do MPRJ teve origem na Notícia de Fato nº 093/2023, para apurar possíveis irregularidades nos pagamentos de shows artísticos contratados pelo Município de Comendador Levy Gasparian para o evento Ecolevy 2023. Conforme amplamente divulgado nas redes sociais e na imprensa, o festival, agendado para os dias 10 a 13 de agosto de 2023, contará com participações de artistas como Iza, Zé Felipe, Wesley Safadão e Dilsinho.

Em consulta ao Portal da Transparência do município, constatou-se que os quatro shows foram contratados sem licitação e, somados, chegam a R$ 1,6 milhão. Ao verificar os detalhamentos das despesas, constatou-se que se trata de “transferência da união – compensação financeira por exploração de recursos naturais”, ou seja, royalties de exploração do petróleo, do xisto betuminoso e do gás natural, cuja aplicação é legal e obrigatoriamente vinculada às áreas da educação e saúde públicas.

Nesse sentido, há indícios concretos que as verbas foram indevidamente desviadas de sua aplicação em áreas carentes das redes públicas de ensino e saúde de Comendador Levy Gasparian, conforme petição inicial.

Ressalta o MPRJ que o Município de Comendador Levy Gasparian, no bojo do Procedimento Administrativo n.º 11/2023, já foi notificado expressamente por meio da Recomendação n.º 12/2023, dentre outros pontos correlatos, a “se abster imediatamente de novas aplicações estranhas e irregulares envolvendo os recursos legalmente vinculados dos royalties, incluindo eventos, visto que estes têm destinação específica que impossibilitam a livre discricionariedade dos investimentos”.

A mesma recomendação foi encaminhada aos demais municípios do Núcleo Três Rios: Areal, Carmo, Paraíba do Sul e Três Rios, visto que o Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro já emitiu alertas.

Em caso de descumprimento pelo Município de Comendador Levy Gasparian , o MPRJ requer que seja aplicada multa pessoal em valor equivalente ao que for indevidamente utilizado e afastamento do atual prefeito do cargo, além da suspensão do evento.