Ouça agora

Ao vivo

Flexibilização da faixa seletiva da Av. Brasil começa nesta terça-feira (23/04)
Destaque
Flexibilização da faixa seletiva da Av. Brasil começa nesta terça-feira (23/04)
Prefeitura de Duque de Caxias anuncia canalização do canal dois irmãos
Baixada Fluminense
Prefeitura de Duque de Caxias anuncia canalização do canal dois irmãos
Prefeitura vai levar artesanato de Angra para o Rio Artes
Angra dos Reis
Prefeitura vai levar artesanato de Angra para o Rio Artes
Prefeitura de Nova Iguaçu retoma obras do Viaduto de Comendador Soares
Nova Iguaçu
Prefeitura de Nova Iguaçu retoma obras do Viaduto de Comendador Soares
TRE-RJ amplia horário de atendimento até a data do fechamento do cadastro eleitoral
Estado
TRE-RJ amplia horário de atendimento até a data do fechamento do cadastro eleitoral
Capela São Jorge, em Campos, tem programação religiosa nesta terça
Norte Fluminense
Capela São Jorge, em Campos, tem programação religiosa nesta terça
Lula anuncia ampliação do programa Pé-de-Meia
Política
Lula anuncia ampliação do programa Pé-de-Meia

Morre, aos 79 anos, o diplomata e ex-ministro Sergio Amaral

Embaixador em Paris, Londres e Washington, Amaral teve importante papel de negociador da dívida externa brasileira. Ele lutava há um ano contra um câncer
Foto: Divulgação

Morreu nesta quinta-feira (13), em São Paulo, o ex-embaixador e ex-ministro da Indústria e Comércio, Sérgio Amaral. Ele tinha 79 anos e lutava contra um câncer na próstata há cerca de um ano. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (14) pela família nas redes sociais. O corpo do diplomata será sepultado neste sábado, às 13h, no Cemitério São Paulo, na Zona Oeste da capital paulista.

Biografia

Amaral foi embaixador em Londres entre 1999 e 2001, em Paris, no período de 2003 e 2005, e Washington, de 2016 a 2019. Formado em Direito pela USP, com pós-graduação em Ciência Política pela Universidade Paris-Sorbonne, trabalhou como professor assistente de Relações internacionais na Universidade de Brasília.

Ao longo de sua carreira, foi negociador da dívida externa brasileira e ocupou importantes postos na administração pública, entre os quais o de Secretário Executivo do Ministério do Meio Ambiente e Secretário de Comunicação e Porta-Voz do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB). Atuou também Ministro da Indústria e do Comércio, de 2016 a 2019, e presidente dos conselhos da CAMEX e do BNDES.

No setor privado, presidiu o Conselho Empresarial Brasil-China e integrou o Conselho da WWF Brasil, assim como das empresas francesas Total, Plastic Omnium e de várias empresas brasileiras.