Ouça agora

Ao vivo

Vítima morta durantge comício de Donald Trump é identificada
Destaque
Vítima morta durantge comício de Donald Trump é identificada
Morre escritor e jornalista Sérgio Cabral Santos aos 87 anos
Destaque
Morre escritor e jornalista Sérgio Cabral Santos aos 87 anos
FBI identifica atirador que tentou matar Donald Trump
Destaque
FBI identifica atirador que tentou matar Donald Trump
Donald Trump sofre atentado durante um comício de sua candidatura à presidência dos EUA
Destaque
Donald Trump sofre atentado durante um comício de sua candidatura à presidência dos EUA
Vestibular Uerj 2025: inscrições para o 2º Exame de Qualificação
Destaque
Vestibular Uerj 2025: inscrições para o 2º Exame de Qualificação
Julgamento de Alec Baldwin por homicídio culposo é anulado por ocultação de provas
Destaque
Julgamento de Alec Baldwin por homicídio culposo é anulado por ocultação de provas
Queimados promove quarta edição da Colônia de Férias no Horto
Baixada Fluminense
Queimados promove quarta edição da Colônia de Férias no Horto

Mesmo jogando mal, Vasco vence e deixa Z-4 para trás

Time de Ramón Díaz tira proveito da expulsão de Maidana, do América-MG, e respira no Brasileirão depois de 126 dias consecutivos frequentando a zona de rebaixamento
Foto: Gilson Lobo/AGIF

O Vasco está fora da zona de rebaixamento do Brasileirão. Jogou mal nesta segunda-feira, contou com Léo Jardim inspirado para segurar o América Mineiro fora de casa e precisou tirar proveito de uma expulsão do adversário. Mas está fora da zona de rebaixamento.

De 18º, o Vasco pulou para 15º, colocou dois clubes entre ele e a zona de rebaixamento e encerrou o mês de setembro com três vitórias consecutivas, duas delas em confrontos diretos (Coritiba e América-MG) na parte debaixo da tabela – terá mais um na próxima rodada, contra o Santos. Foram 126 dias consecutivos entre os quatro últimos colocados do campeonato.

O Vasco passou a balançar a defesa do adversário, levando o jogo de um lado para o outro e arriscando o cruzamento à procura de Ferreira e Vegetti na área. O primeiro quase marcou em cabeçada aos 24. Já o camisa 99 levou perigo em uma finalização por cima e, em seguida, carimbando a trave de Cavichioli.

O gol só saiu aos 45, na base da insistência. Jair marcou seu terceiro gol neste Brasileirão, sem dúvida alguma o mais importante desde que chegou ao Vasco.