Ouça agora

Ao vivo

Governo do Rio promove 3ª edição da ExpoRio Turismo nesta semana
Estado
Governo do Rio promove 3ª edição da ExpoRio Turismo nesta semana
Quadrilha Junina é reconhecida como manifestação cultural do Brasil
Cultura
Quadrilha Junina é reconhecida como manifestação cultural do Brasil
Bairros voltam a inundar em Porto Alegre e moradores têm que deixar suas casas
Destaque
Bairros voltam a inundar em Porto Alegre e moradores têm que deixar suas casas
Angra realiza ação para recolhimento de cavalos abandonados
Angra dos Reis
Angra realiza ação para recolhimento de cavalos abandonados
Portabilidade do saldo devedor do cartão de crédito começa em julho
Brasil
Portabilidade do saldo devedor do cartão de crédito começa em julho
Prefeitura do Rio lança linha do BRT que conecta os terminais Campo Grande e Deodoro
Rio de Janeiro
Prefeitura do Rio lança linha do BRT que conecta os terminais Campo Grande e Deodoro
Nova Iguaçu abre inscrições para a 6ª Conferência Municipal das Cidades
Nova Iguaçu
Nova Iguaçu abre inscrições para a 6ª Conferência Municipal das Cidades

Mergulhador registra a retomada da vida marinha na Lagoa Rodrigo de Freitas

Frequentadores do local já percebem presença de diferentes espécies de peixes.
Foto: Instituto Mar Urbano/Divulgação

O retorno da vida marinha na Lagoa Rodrigo de Freitas, na Zona Sul do Rio, já é uma realidade. A presença de diferentes espécies de peixes e outros animais nas águas já começa a ser notada por frequentadores do local.

O biólogo e mergulhador, Ricardo Gomes, revelou que peixes que pesam mais de cinco quilos voltaram a frequentar o ecossistema, após o trabalho de recuperação e despoluição que vem sendo feito.
E entre os peixes presentes no local, o profissional destaca a existência de tilápias e peixe-robalo vivos, considerado um dos mais nobres, que pesam entre cinco e sete quilos.

Há cerca de dois anos, o local recebia aproximadamente 5 milhões de litros de esgoto por dia. De acordo com a concessionária Águas do Rio, responsável pelo tratamento de esgoto no município do Rio de Janeiro, uma série de ações foram realizadas para melhorar a qualidade da água na Lagoa Rodrigo de Freitas.

O biólogo e mergulhador Ricardo Gomes acredita que, se os níveis de preservação e as ações de tratamento permanecerem, dentro de um ou dois anos, haverá pessoas mergulhando normalmente na Lagoa Rodrigo de Freitas.