Ouça agora

Ao vivo

Putin faz exigências para “negociar a paz” com a Ucrânia após encontro do G7
Mundo
Putin faz exigências para “negociar a paz” com a Ucrânia após encontro do G7
Justiça considera ilegal greve dos educadores de Macaé
Norte Fluminense
Justiça considera ilegal greve dos educadores de Macaé
Governo do estado cria Observatório do Feminicídio
Estado
Governo do estado cria Observatório do Feminicídio
Polícia Militar expande programas de polícia de proximidade na zona sul
Rio de Janeiro
Polícia Militar expande programas de polícia de proximidade na zona sul
Prédio no Centro Histórico de Petrópolis é destruído por incêndio
Região Serrana
Prédio no Centro Histórico de Petrópolis é destruído por incêndio
Termina hoje prazo para inscrição no Enem
Destaque
Termina hoje prazo para inscrição no Enem
RS receberá caravana do governo para garantir acesso a benefícios
Política
RS receberá caravana do governo para garantir acesso a benefícios

Mercado do Flamengo: clube observa lesões e insiste em Allan e De La Cruz

As negociações são consideradas difíceis e os rubro-negros tratam com cautela, jogando com o tempo a seu favor; etapa médica é a última para selar o negócio
Foto: Infoesporte

Para definir um investimento, o Flamengo divide a avaliação em três etapas: esportiva, financeira e médica. O volante Allan e o meia De La Cruz são os alvos conhecidos para a próxima janela de transferências. As cifras e os contratos já estão pauta, e o clube aguarda pelo desfecho das conversas para fazer as análises físicas.

Este é o procedimento de praxe nas transações. Os exames médicos e o parecer final do departamento médico só são feitos após o fim de todas as arestas das negociações, ou seja, com os acordos contratuais e financeiros. A partir disso, o Flamengo só assina com o ‘ok’ do DM.

O que não quer dizer que os rubro-negros não se mantenham atentos às lesões recentes de Allan e De La Cruz. O clube está ciente que a dupla teve lesões. Porém, nada que, na visão da diretoria, fosse importante interromper as negociações – ou sequer começá-las.

Allan não entra em campo desde março devido a uma fratura por estresse na coluna. Desde então, o volante segue em recuperação no DM, faz fisioterapia e alguns exercícios de reforço muscular na academia. O jogador ainda não tem previsão de ir a campo.

A negociação entre Flamengo e Atlético-MG evolui. Internamente, no Galo, o entendimento é de que a situação de Eduardo Coudet atrasou o desfecho da transação, que estava previsto para esta semana.

O Fla entende que é uma negociação está avançada, mas é delicada por se tratar de um rival direto. A proposta de 7,5 milhões de euros (quase R$ 40 milhões na cotação atual) está na mesa e agradou. O impasse, porém, é a bonificação que ainda está sendo discutida. O desejo de Allan em voltar a atual no eixo Rio-São Paulo é um ponto a favor do Fla.

Para que a situação médica de De La Cruz se torne pauta no Flamengo, a negociação com o River Plate precisa andar. O cenário está longe de ser favorável depois de o clube argentino passou a depender apenas de uma vitória para se classificar às oitavas de final da Copa Libertadores.

O Flamengo prevê que terá a resposta sobre a proposta de 7,5 milhões de euros por 100% dos direitos econômicos do jogador depois da última rodada da fase de grupos. O River enfrenta o The Strongest no próximo dia 27, na Argentina.

A ideia do Flamengo é pagar a transferência em cinco parcelas. Para o atleta, foi oferecido contrato válido até dezembro de 2027. Sem reposta do clube argentino, os rubro-negros têm o “ok” do jogador, que está interessado no projeto oferecido, principalmente por entender que já cumpriu o seu ciclo no país vizinho.

Se a negociação avançar, o Flamengo iniciará a última etapa, que é a avaliação médica. A questão física do meia é algo que chama atenção há tempos, visto que o jogador tem uma tendência a uma inflamação no joelho direito. Algo semelhante ao que viveu Everton Ribeiro recentemente.

A situação exige uma atenção especial em cargas altas de jogos, ou seja, é vista mais como uma prevenção, já que não impede De La Cruz de atuar em alto nível na América do Sul. No último jogo do River, na segunda-feira, o meia teve um incômodo muscular, mas treinou sem restrições com o grupo na reapresentação.

Ciente das dificuldades das negociações, o Flamengo conta com o tempo a seu favor e trabalha sem pressa. A janela de transferências abre no dia 3 de julho e fecha em 2 de agosto.

Apesar da cautela, o clube entende que, quanto antes os reforços se juntarem ao elenco, mais positivo será para a adaptação. O goleiro Rossi e o ponta-direita Luiz Araújo, que possuem pré-contrato assinado, devem chegar ao Ninho já na última semana de junho para se juntar aos novos companheiros.