Ouça agora

Ao vivo

Macaé ganha novas redes de esgoto na Aroeira
Norte Fluminense
Macaé ganha novas redes de esgoto na Aroeira
Itaipuaçu recebe evento Passaporte em Ação
Maricá
Itaipuaçu recebe evento Passaporte em Ação
Petrópolis tem 82 hectares de área queimada no primeiro semestre do ano
Destaque
Petrópolis tem 82 hectares de área queimada no primeiro semestre do ano
Eleições Municipais têm mulheres como maioria do eleitorado, revela TSE
Brasil
Eleições Municipais têm mulheres como maioria do eleitorado, revela TSE
Eduardo Paes lança candidatura à reeleição, mas ainda sem o nome do vice. Pedro Paulo é o preferido
Política
Eduardo Paes lança candidatura à reeleição, mas ainda sem o nome do vice. Pedro Paulo é o preferido
Prouni terá mais de 240 mil bolsas no segundo semestre
Brasil
Prouni terá mais de 240 mil bolsas no segundo semestre
Projeto de Judô transforma vida de 280 crianças em Japeri
Baixada Fluminense
Projeto de Judô transforma vida de 280 crianças em Japeri

Marcius Melhem vira réu por assédio sexual contra três mulheres após Justiça acatar denúncia

No total, oito mulheres denunciaram o artista. Contudo, cinco casos prescreveram e foram arquivados
Imagem: Reprodução

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) acolheu a denúncia do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) nesta terça-feira (8), transformando Marcius Melhem em réu por assédio sexual contínuo contra três mulheres durante seu mandato como Diretor de Humor na Globo.

Das oito mulheres que denunciaram o artista, cinco casos foram arquivados devido à prescrição. A defesa de Marcius, que sempre negou as alegações, divulgou uma nota afirmando que contestará a acusação, destacando a escolha questionável da promotora e a falta de evidências na denúncia. Afirmou que a acusação ignora informações do Inquérito Policial e prometeu uma vigorosa contestação.

Os advogados Ana Carolina Piovesana, José Luis Oliveira Lima, Letícia Lins e Silva e Técio Lins e Silva assinam a nota. Marcius Melhem, então diretor do Núcleo de Humor da TV Globo, foi denunciado por Dani Calabresa ao setor de conformidade da emissora em 2019. Um inquérito policial foi iniciado pela Delegacia da Mulher do Rio de Janeiro em 2020 para investigar as alegações.

Melhem também move um processo por danos morais contra Dani Calabresa. A atriz Carol Portes, do elenco do “Zorra”, também revelou recentemente ter sido assediada por Melhem em uma entrevista ao “Uol”.