Ouça agora

Ao vivo

Governo Federal não aceita negociar com servidores do INSS e greve é mantida
Brasil
Governo Federal não aceita negociar com servidores do INSS e greve é mantida
Primeira pesquisa depois de atentado mostra empate técnico entre Biden e Trump nos EUA
Destaque
Primeira pesquisa depois de atentado mostra empate técnico entre Biden e Trump nos EUA
Irmãos Brazão negam envolvimento com milicianos do Rio de Janeiro
Política
Irmãos Brazão negam envolvimento com milicianos do Rio de Janeiro
Justiça considera que Uber é responsável por itens pedidos em entregas
Destaque
Justiça considera que Uber é responsável por itens pedidos em entregas
Mega-sena acumula novamente e prêmio chega a R$ 47 milhões
Brasil
Mega-sena acumula novamente e prêmio chega a R$ 47 milhões
Servidores do INSS entram em greve a partir dessa terça-feira (16/07)
Brasil
Servidores do INSS entram em greve a partir dessa terça-feira (16/07)
Maricá das Artes realiza dois saraus culturais em julho
Cultura
Maricá das Artes realiza dois saraus culturais em julho

Lula participa de encontro de países de língua portuguesa

Presidente chegou acompanhado da primeira-dama, Janja da Silva
Foto: Reprodução

O presidente Lula participa neste domingo (27) da 14ª Conferência de Chefes de Estado da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). Ele chegou ao país africano por volta das 6h. Algumas horas após desembarcar, Lula se dirigiu ao Palácio do Congresso, local onde acontecerá a CPLP. Lula chegou acompanhado da primeira-dama, Janja da Silva, e foi recebido pelo presidente de São Tomé, Carlos Vila Nova, e pela primeira-dama do país africano. Essa visita marca o fim de uma semana inteira em que o presidente teve compromissos oficiais no continente africano. Ele viaja de volta a Brasília ainda no domingo.

Na abertura do evento, Lula abordou temas como sustentabilidade, fome e futuro do trabalho. O presidente também reforçou a importância da união entre os países que compõem a CPLP.

“A maioria dos países da CPLP possui uma população jovem. Para que eles tenham esperanças de um futuro melhor, a sustentabilidade tem de ser promovida, nas suas três dimensões: a social, a econômica e a ambiental. Sem alimentação adequada não há perspectiva de uma vida digna. Na CPLP, podemos nos orgulhar do nosso trabalho conjunto na promoção da segurança alimentar e nutricional”, afirmou.

Luiz Inácio Lula da Silva também reforçou sua intenção de reaproximar o Brasil dos países do continente africano.

“A África tem tudo para se tornar uma potência agrícola, com capacidade para alimentar seu povo e o mundo. O Brasil continuará a ser parceiro nessa empreitada”, afirmou.

De acordo com o Ministério das Relações Exteriores do Brasil, durante a cúpula os chefes de Estado vão discutir maneiras de estabelecer apoio mútuo para negociações em outros organismos internacionais, entre outros pontos.

“É um espaço de discussão entre os países de língua portuguesa e um foro interessante, na medida em que há, muitas vezes, apoio mútuo na candidatura desses países para foros internacionais”, afirmou o embaixador Carlos Duarte.

África do Sul

No início da semana, Lula participou, na África do Sul, de encontro de cúpula do Brics, grupo que reúne Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. Em seguida esteve na Angola.

Ao longo dos últimos dias, Luiz Inácio Lula da Silva ressaltou a intenção de reaproximar o Brasil da África e estreitar relações comerciais e culturais com os países do continente. Essa estratégia, já aplicada nos em seus primeiros mandatos é chamada nas relações exteriores de intensificar a parceria “Sul-Sul”, ou seja, concentrar esforços exclusivamente nos parceiros do mundo desenvolvido.