Ouça agora

Ao vivo

Vítima morta durantge comício de Donald Trump é identificada
Destaque
Vítima morta durantge comício de Donald Trump é identificada
Morre escritor e jornalista Sérgio Cabral Santos aos 87 anos
Destaque
Morre escritor e jornalista Sérgio Cabral Santos aos 87 anos
FBI identifica atirador que tentou matar Donald Trump
Destaque
FBI identifica atirador que tentou matar Donald Trump
Donald Trump sofre atentado durante um comício de sua candidatura à presidência dos EUA
Destaque
Donald Trump sofre atentado durante um comício de sua candidatura à presidência dos EUA
Vestibular Uerj 2025: inscrições para o 2º Exame de Qualificação
Destaque
Vestibular Uerj 2025: inscrições para o 2º Exame de Qualificação
Julgamento de Alec Baldwin por homicídio culposo é anulado por ocultação de provas
Destaque
Julgamento de Alec Baldwin por homicídio culposo é anulado por ocultação de provas
Queimados promove quarta edição da Colônia de Férias no Horto
Baixada Fluminense
Queimados promove quarta edição da Colônia de Férias no Horto

Kerala na Índia decreta lockdown para conter vírus Nipah

Escolas e escritórios, e o serviço de transporte público suspenso e as equipes médicas da região foram postas em quarentena
Foto: Reuters / Stringer

Para conter um surto do vírus Nipah, que é considerado altamente mortal e com potencial pandêmico, o estado de Kerala, ao sul da Índia, decretou lockdown, fechando escolas e escritórios, e o serviço de transporte público suspenso. As equipes médicas da região foram postas em quarentena. Duas pessoas que foram infectadas pelo vírus morreram, os casos foram confirmado pelo ministro da Saúde da Índia, Mansukh Mandaviya.

O ministro-chefe do estado de Kerala, Pinarayl Vijavan, declarou que o vírus foi detectado no distrito de Kozhikode e pediu aos moradores que tenham cautela e que sigam todos os protocolos de segurança sanitária estabelecidos pelo departamento de saúde.

A primeira morte havia ocorrido no dia 30 de agosto e a segunda foi confirmada nesta terça-feira (12). O caso levanta preocupação com o surgimento de um novo surto: em 2021, um surto deixou mais de 18 mortos no estado. O governo afirma que estão rastreando todas as pessoas que tiveram contato com os mortos.

O governo estadual tenta reforçar medidas de segurança, mas não quer causar pânico. “Não há com o que se preocupar. Aqueles que tiveram contato com os dois estão sendo rastreados e tratados. Ter cuidado é a chave para o enfrentamento da situação. Solicita-se a todos que cooperem com o plano de ação elaborado pela secretaria de saúde”, disse o ministro-chefe de Kerala, Pinarayi Vijayan, do Partido Comunista.

O que é o vírus de Nipah e por que ele tem potencial pandêmico?

O vírus Nipah é uma espécie do vírus Henipavirus que pode ser transmitido por morcegos para humanos e outros animais. Ele foi descoberto em 1999 e tem uma taxa de mortalidade estimada entre 70% e 75%.

O Nipah é originário de morcegos – assim como a covid-19 – mas costuma infectar pessoas através dos porcos e atinge, em especial, criadores de suínos na porção sul do continente asiático. Casos já foram registrados na Malásia – onde o vírus foi descoberto – e se espalhou por Índia, Bangladesh, Nepal, Camboja e outros países.

A propagação do Nipah de pessoa para pessoa acontece com frequência em Bangladesh e na Índia, usualmente em famílias e cuidadores de pacientes infectados pela doença e em hospitais. A transmissão também ocorre pela exposição a produtos alimentícios contaminados por animais infectados, como frutas contaminadas com saliva ou urina de morcegos infectados.

Alguns casos de infecção por Nipah também foram relatados entre pessoas que sobem em árvores onde os morcegos costumam empoleirar-se.

Em sua forma atual, o Nipah não significa um risco urgente para a saúde global, mas potenciais mutações na doença e sua chegada em outras regiões do planeta pode causar problemas graves para a humanidade.

Um estudo conduzido por pesquisadores de Bangladesh identificaram no Nipah uma ameaça para os próximos anos. “A taxa de transmissão aumentou continuamente ao longo de alguns anos, indicando que existe uma possibilidade crescente de se tornar um problema de saúde pública global. Sem vacinas eficazes e opções de tratamento fiáveis, a sua capacidade de transmissão entre humanos e o potencial de propagação por toda a área podem resultar numa emergência de saúde pública desastrosa em todo o mundo”, afirma estudo publicado no Health Sci Rep.

Atualmente, não existe uma vacina de prevenção ou cura para o vírus Nipah, somente um tratamento primário. O vírus Nipah é considerado um vírus com potencial pandêmico e alta letalidade, e, por isso, muito preocupante, segundo a OMS. A entidade considera necessário que se invista em pesquisas sobre o Nipah para evitar um surto de nível global do vírus.