Ouça agora

Ao vivo

Procon e Conselho de Veterinária fazem fiscalização e interditam clínicas na zona norte do Rio
Estado
Procon e Conselho de Veterinária fazem fiscalização e interditam clínicas na zona norte do Rio
Governo se reúne com professores e servidores federais em greve para discutir revisão de carreira
Destaque
Governo se reúne com professores e servidores federais em greve para discutir revisão de carreira
Rio das Ostras e Senac RJ oferecem curso gratuito no setor de Gastronomia
Costa do Sol
Rio das Ostras e Senac RJ oferecem curso gratuito no setor de Gastronomia
Workshop de atendimento segue com inscrições abertas
Angra dos Reis
Workshop de atendimento segue com inscrições abertas
Maricá lança ferramenta de segurança nas escolas
Maricá
Maricá lança ferramenta de segurança nas escolas
Nova Iguaçu recebe mais uma edição da Festa de São Jorge
Nova Iguaçu
Nova Iguaçu recebe mais uma edição da Festa de São Jorge
Governador Cláudio Castro nomeia novo secretário de Polícia Militar
Estado
Governador Cláudio Castro nomeia novo secretário de Polícia Militar

Operação da barca Santos Dumont-Galeão chama atenção de três grupos

No final de junho, a prefeitura publicou o aviso
Imagem: Reprodução

A futura linha de barcas entre os dois aeroportos do Rio chamou atenção de três grupos, que ficaram interessados na operação. A linha liga a Marina da Glória, atendendo o aeroporto Santos Santos Dumont e o Internacional Galeão, e o prazo para as manifestações termina nesta sexta-feira (21).

Três grupos de empresas foram reunidos para participar do processo: um com três empresas, outro com duas e o terceiro com uma, totalizando seis empresas. Os nomes dessas empresas serão divulgados no Diário Oficial nesta sexta-feira (21).

A primeira proposta enviada à CCPar prevê a conexão das áreas de pouso 3 (partindo da Marina da Glória) e 1 (Galeão) dos aeroportos. O tempo de travessia será de 11 minutos, e a capacidade de transporte será de 80 passageiros.

No final de junho, a prefeitura publicou o aviso público após receber a primeira proposta conjunta para a operação da linha de barcas.

Após a publicação no Diário Oficial, os grupos de empresas terão 90 dias para realizar estudos que analisem o melhor tipo de embarcação, a estrutura da estação, a demanda e os impactos ambientais. Além disso, estudos econômico-financeiros também serão conduzidos. Ainda não há uma estimativa do custo da passagem, pois os estudos é que irão determinar esse valor.

No ano passado, o Aeroporto do Galeão, localizado na Ilha do Governador, movimentou menos de 6 milhões de passageiros, apesar de ter uma capacidade anual para mais de 30 milhões. Em contraste, o Aeroporto Santos Dumont teve mais de 10 milhões de passageiros, de acordo com dados do governo federal.

Devido ao desequilíbrio entre os dois aeroportos, a partir de outubro, os voos no Aeroporto Santos Dumont serão gradualmente reduzidos, ficando disponíveis apenas para as rotas aéreas Rio x Congonhas (São Paulo) e Rio x Brasília.

Essa medida foi anunciada em junho pelo ministro de Portos e Aeroportos, Márcio França, após uma série de reuniões com a prefeitura e o Governo do Estado do Rio de Janeiro.

A redução de voos no Aeroporto Santos Dumont tem como objetivo combater o esvaziamento do Aeroporto Internacional Tom Jobim, o Galeão. O grande número de voos e passageiros no Santos Dumont é apontado como uma das causas desse esvaziamento.