Ouça agora

Ao vivo

Segurança Presente resgata 42 pessoas de um suposto centro de reabilitação clandestino em Nova Iguaçu
Nova Iguaçu
Segurança Presente resgata 42 pessoas de um suposto centro de reabilitação clandestino em Nova Iguaçu
Anuário Brasileiro de Segurança Pública aponta redução das Mortes Violentas Intencionais no RJ
Destaque
Anuário Brasileiro de Segurança Pública aponta redução das Mortes Violentas Intencionais no RJ
Escola Municipal do Idoso está com inscrições abertas até o dia 23/07
Maricá
Escola Municipal do Idoso está com inscrições abertas até o dia 23/07
Colecionadores podem comprar selos em comemoração aos 50 anos da Hello Kitty
Destaque
Colecionadores podem comprar selos em comemoração aos 50 anos da Hello Kitty
Inscrições para o Prouni abrem nesta terça-feira (23)
Brasil
Inscrições para o Prouni abrem nesta terça-feira (23)
Cláudio Castro autoriza construção de três novos batalhões da PM
Destaque
Cláudio Castro autoriza construção de três novos batalhões da PM
G20 inicia semana de encontros econômicos e sociais no Rio
Brasil
G20 inicia semana de encontros econômicos e sociais no Rio

Inacreditável! Casal vende próprio filho para comprar iPhone 14

Vizinhos estranharam a ausência do bebê e comunicaram à Polícia. Caso aconteceu na Índia
Foto: Divulgação

Um casal indiano está sendo acusado de ter vendido o próprio filho recém-nascido para levantar fundos e comprar um iPhone 14. O caso foi amplamente divulgado na última sexta-feira (28).

Com o objetivo de produzir conteúdo para redes sociais com o smartphone da Apple, o casal foi descoberto pelos vizinhos. Foram eles que notaram a ausência da criança ao mesmo tempo que o casal adquiriu o aparelho eletrônico.

Depois de detida, a mãe do bebê confessou o crime e relatou que o aparelho seria utilizado também para fazer registros de uma viagem que ela e o marido iriam fazer.

Além da mãe, a mulher que comprou a criança também foi presa. Já o pai do menor está foragido. Com o decorrer das investigações, tornou-se conhecimento público que o casal já havia tentado vender outra filha, uma menina de 7 anos.