Ouça agora

Ao vivo

Nova Iguaçu é o segundo município do Brasil em adesões à CIPA Escolar
Nova Iguaçu
Nova Iguaçu é o segundo município do Brasil em adesões à CIPA Escolar
Trabalha Rio estará em quatro bairros nesta semana para cadastrar currículos
Rio de Janeiro
Trabalha Rio estará em quatro bairros nesta semana para cadastrar currículos
Em reunião com prefeitos das regiões Norte e Noroeste, governador apresenta mais de 450 ações realizadas no interior
Estado
Em reunião com prefeitos das regiões Norte e Noroeste, governador apresenta mais de 450 ações realizadas no interior
Lancha explode em Cabo Frio e deixa nove feridos
Costa do Sol
Lancha explode em Cabo Frio e deixa nove feridos
Angra vai sediar evento sobre desenvolvimento sustentável
Angra dos Reis
Angra vai sediar evento sobre desenvolvimento sustentável
Estados e municípios terão plano de combate à violência contra mulher
Destaque
Estados e municípios terão plano de combate à violência contra mulher
Serviço de microchipagem em animais será lançado nesta quarta em Macaé
Norte Fluminense
Serviço de microchipagem em animais será lançado nesta quarta em Macaé

Ilha Fiscal retoma atividades e reabre para visitação

Espaço ficou fechado durante um ano e meio para reforma.
Foto: Reprodução

Conhecida históricamente por ter sido o palco do Último Baile do Império, realizado seis dias antes da Proclamação da República, a Ilha Fiscal retomará as atividades e será reaberta à visitação a partir deste sábado (08). O espaço ficou fechado durante um ano e meio para reforma, que custou R$ 3,4 milhões e contou com a recuperação estrutural do prédio principal.

Entre as novidades, estão a reabertura da exposição “Ilha Fiscal: um neogótico em terras tropicais” e a inclusão, no circuito expositivo permanente, da Galeota D. João VI, que volta a ser exibida após 10 anos longe do público. A galeota foi tombada pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural do Rio de Janeiro (INEPAC), em 31 de março de 1978.

Os ingressos poderão ser adquiridos antecipadamente online ou na bilheteria do Espaço Cultural da Marinha, localizado na Orla Conde (Boulevard Olímpico), s/nº, Praça XV, Centro, Rio de Janeiro, RJ. O Espaço Cultural da Marinha funciona de terça a domingo, das 11h às 17h. No mês de julho, a atração estará aberta de quarta a domingo, com passeios nos horários de 12h45, 14h15 e 15h30. A partir de agosto, será de quinta a domingo.

Apesar de contar com o translado de escuna, inicialmente, os visitantes só poderão chegar à ilha de ônibus fretados pela Marinha, por meio de um acesso pelo 1º Distrito Naval, na Praça Quinze. O deslocamento tem o período de duração de 15 minutos.

A história da Ilha Fiscal

Transferida para a Marinha pelo Ministério da Fazenda, em 1913, a Ilha é hoje parte do Complexo Cultural da Diretoria do Patrimônio Histórico e Documentação da Marinha (DPHDM). A Ilha Fiscal continua sendo um elo entre o presente e o passado. Décadas se passaram e o castelinho, como é chamado por muitos, que testemunhou tantos fatos históricos, é hoje uma das principais atrações turísticas do Rio de Janeiro.

Na Ilha Fiscal, destacam-se o Torreão, as salas expositivas que abordam a sua construção, o último baile do Império e a ocupação pela Marinha do Brasil. O novo atrativo é a Galeota de D. João VI (Galeota Imperial), embarcação de pequeno porte, impulsionada a remos, que servia à Família Real portuguesa.