Ouça agora

Ao vivo

Cantinas de prisões e hospitais penitenciários deixam de funcionar
Destaque
Cantinas de prisões e hospitais penitenciários deixam de funcionar
Estudantes de Maricá conquistam medalhas nos Jogos Escolares do Rio de Janeiro
Maricá
Estudantes de Maricá conquistam medalhas nos Jogos Escolares do Rio de Janeiro
Luiz Gonzaga será homenageado em Arraiá de Duque de Caxias
Destaque
Luiz Gonzaga será homenageado em Arraiá de Duque de Caxias
Coletivo Vista Minha Pele faz ação em Rio das Ostras
Costa do Sol
Coletivo Vista Minha Pele faz ação em Rio das Ostras
Angra reforça a atualização do CadÚnico
Angra dos Reis
Angra reforça a atualização do CadÚnico
Prefeitura do Rio derruba mansões de luxo de até R$ 4 milhões no Joá
Destaque
Prefeitura do Rio derruba mansões de luxo de até R$ 4 milhões no Joá
Celebração em Honra a São Cristóvão movimenta Macaé neste fim de semana
Norte Fluminense
Celebração em Honra a São Cristóvão movimenta Macaé neste fim de semana

Homem investigado por ameaçar Joe Biden é morto pelo FBI em casa, nos EUA

Em comunicado, a PolíciaFederal estadonidense afirmou que o homem planejava um atentado e já havia feito ameaças ao presidente e à vice-presidente do país, Kamala Harris

Um homem, acusado de ameaçar de morte o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, foi morto pelo FBI em sua casa no estado do Utah nesta quarta-feira (9), segundo o Departamento de Justiça dos EUA.

Segundo comunicado, o homem planejava um atentado e já havia feito ameaças ao presidente e à vice-presidente do país, Kamala Harris, pelas redes sociais. Ele vinha sendo investigado desde abril. Esta semana, no entanto, ele fez uma postagem na qual dizia estar preparando armas como um rifle de precisão para a visita de Biden a seu estado – o presidente dos EUA viajou ao Utah nesta quarta-feira para visitar um centro de veteranos de guerra.

Na manhã desta quarta (9), ainda segundo o comunicado do FBI, policiais foram à residência do acusado para entregar uma ordem judicial, mas foram recebidos por tiros e revidaram.

Ainda assim, o FBI afirmou estar investigando internamente o caso e as circunstâncias pela qual o acusado foi morto.