Ouça agora

Ao vivo

Vítima morta durantge comício de Donald Trump é identificada
Destaque
Vítima morta durantge comício de Donald Trump é identificada
Morre escritor e jornalista Sérgio Cabral Santos aos 87 anos
Destaque
Morre escritor e jornalista Sérgio Cabral Santos aos 87 anos
FBI identifica atirador que tentou matar Donald Trump
Destaque
FBI identifica atirador que tentou matar Donald Trump
Donald Trump sofre atentado durante um comício de sua candidatura à presidência dos EUA
Destaque
Donald Trump sofre atentado durante um comício de sua candidatura à presidência dos EUA
Vestibular Uerj 2025: inscrições para o 2º Exame de Qualificação
Destaque
Vestibular Uerj 2025: inscrições para o 2º Exame de Qualificação
Julgamento de Alec Baldwin por homicídio culposo é anulado por ocultação de provas
Destaque
Julgamento de Alec Baldwin por homicídio culposo é anulado por ocultação de provas
Queimados promove quarta edição da Colônia de Férias no Horto
Baixada Fluminense
Queimados promove quarta edição da Colônia de Férias no Horto

Banco Central deve reduzir os juros pela primeira vez em três anos

Atualmente a taxa Selic está em 13,75% ao ano
Imagem: Reprodução

Na próxima quarta-feira, dia 2, o Comitê de Política Monetária (COPOM) realizará uma votação por maioria simples para definir o valor da taxa de juros. A reunião contará com a participação dos membros da diretoria colegiada e do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto. Em caso de empate na votação, caberá ao presidente Campos Neto a decisão final.

Se aprovado, este será o primeiro corte dos juros em três anos, considerando que a última redução ocorreu em agosto de 2020, durante o auge da pandemia da Covid-19, quando a taxa Selic foi reduzida de 2,5% para 2% ao ano, alcançando o patamar mais baixo da história.

Atualmente, a taxa Selic está em 13,75% ao ano, mesmo com a queda da inflação. De acordo com uma pesquisa realizada pelo Banco Central, a expectativa da maioria do mercado financeiro é de um corte de 0,25 ponto percentual, para 13,50% ao ano, enquanto alguns analistas projetam uma redução ainda maior, de 0,5 ponto percentual, para 13,25% ao ano. O anúncio da decisão será feito no final do dia, após as 18 horas.