Ouça agora

Ao vivo

Governo do Rio promove 3ª edição da ExpoRio Turismo nesta semana
Estado
Governo do Rio promove 3ª edição da ExpoRio Turismo nesta semana
Quadrilha Junina é reconhecida como manifestação cultural do Brasil
Cultura
Quadrilha Junina é reconhecida como manifestação cultural do Brasil
Bairros voltam a inundar em Porto Alegre e moradores têm que deixar suas casas
Destaque
Bairros voltam a inundar em Porto Alegre e moradores têm que deixar suas casas
Angra realiza ação para recolhimento de cavalos abandonados
Angra dos Reis
Angra realiza ação para recolhimento de cavalos abandonados
Portabilidade do saldo devedor do cartão de crédito começa em julho
Brasil
Portabilidade do saldo devedor do cartão de crédito começa em julho
Prefeitura do Rio lança linha do BRT que conecta os terminais Campo Grande e Deodoro
Rio de Janeiro
Prefeitura do Rio lança linha do BRT que conecta os terminais Campo Grande e Deodoro
Nova Iguaçu abre inscrições para a 6ª Conferência Municipal das Cidades
Nova Iguaçu
Nova Iguaçu abre inscrições para a 6ª Conferência Municipal das Cidades

Hemorio coleta mais de 3 mil bolsas de sangue com a campanha Rota Solidária

Parceria inédita foi articulada pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-RJ) com empresas do setor de mobilidade.
Foto: Reprodução

A Rota Solidária, promovida pelo Hemorio, sensibilizou doadores em todo o estado do Rio de Janeiro. De 14 a 21 de junho, foram coletadas 3.117 bolsas de sangue, o que corresponde a um aumento de 52% em relação às 2.050 bolsas obtidas, no mesmo período, no ano passado. Para ajudar no reforço aos estoques de sangue do instituto, as empresas do setor de mobilidade se uniram em uma parceria inédita, viabilizando a integração com os doadores.

A campanha, batizada de Rota Solidária, fez parte das ações do Junho Vermelho e foi lançada no Dia Mundial do Doador de Sangue, 14/06. Integraram a iniciativa as concessionárias MetrôRio, VLT Carioca, Semove e SuperVia, além da empresa de tecnologia 99. Juntas, as empresas disponibilizaram para a campanha 6.350 gratuidades.

“A campanha foi muito bem-sucedida e a população do estado mostrou, mais uma vez, que é solidária. Muitas vidas poderão ser salvas com esse número expressivo de doações”, declarou o secretário de Estado de Saúde, Dr. Luizinho.

Para participar da Rota Solidária, bastou que os doadores que se dirigiram ao Hemorio informassem o modal utilizado, recebendo duas passagens para cobrir os gastos com o deslocamento. Aqueles que utilizaram a 99, tiveram cupom de desconto que garantia o pagamento de 50% do valor em até duas corridas para ir e voltar do instituto. Ao todo, 5.000 vouchers foram disponibilizados.

Foto: Reprodução

A iniciativa também teve apoio da Rodoviária do Rio e do Riogaleão, que usaram seus espaços para chamar a atenção dos visitantes que chegavam à cidade.

“Esta é a primeira vez que uma parceria entre os modais foi realizada no país. Todas as maiores concessionárias de mobilidade atuaram juntas por uma boa causa. A Rota Solidária tem tudo para se tornar uma ação tradicional, já que tem a cara do morador do Rio, sempre disposto a ajudar o outro. Além disso, quem sabe conseguimos inspirar outras iniciativas do gênero Brasil afora?”, incentivou o diretor geral do Hemorio, Luiz Amorim.

Metas

De acordo com os parâmetros da Organização Mundial de Saúde (OMS), para manter os estoques regulares é preciso que 1,5% a 3% da população doem regularmente. O Brasil tem hoje 1,8% de doadores. Em todo o país, são coletadas por ano uma média de 3,5 milhões de bolsas de sangue. A doação é fundamental para garantir suporte às principais emergências, às maternidades e às unidades de saúde do Estado do Rio.

Quem pode doar

Para doar sangue, é preciso ter entre 16 e 69 anos, pesar no mínimo 50kg, estar bem de saúde e portar um documento de identidade oficial com foto. Jovens com 16 e 17 anos só podem doar sangue com autorização dos pais ou responsáveis legais. Devem portar ainda um documento de identidade do responsável. Não é necessário estar em jejum, apenas evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação e não ingerir bebidas alcoólicas 12 horas antes. Tatuagem e piercing impedem a doação por seis meses. Lembrando que a perfuração na região oral ou genital ainda segue como impeditivo para doações enquanto houver uso da peça.

Os voluntários não podem ter tido hepatite após os 10 anos, nem estar expostos a doenças transmissíveis pelo sangue (sífilis, AIDS, hepatite e doenças de Chagas). Mulheres grávidas ou amamentando e usuários de drogas não podem doar sangue. Além disso, quem foi infectado pela Covid-19 pode doar após 10 dias do desaparecimento dos sintomas e quem já recebeu a vacina pode doar após sete dias (48h em caso de Coronavac). Para mais detalhes ou informações, o doador pode consultar as redes sociais do Hemorio (@hemorio) ou ligar para o Disque Sangue de segunda a sexta-feira, exceto feriados, das 7h às 17h, pelo número 0800 282 0708.